Flexões continuam como um dos melhores exercícios para fortalecer e tonificar a parte superior do corpo, mas não se limitam à versão padrão. Há muitas maneiras de alterar sua posição e movimento durante o exercício para torná-lo mais desafiador e reduzir o tédio com sua rotina.

Cada um desses exercícios começa na posição de flexão padrão, apoiado nos dedos dos pés com as mãos na largura dos ombros no chão. Seu corpo deve ficar em uma linha reta da sua cabeça até os calcanhares enquanto você abaixa o peito no chão e empurra-o até a posição inicial. Faça o apoio nos joelhos para um exercício menos desafiador.

Vamos então às variações nas flexões?

Flexão declinada ou inclinada

Posicione-se na frente de uma escada ou um banco baixo seguro que não escorregará. Entre na posição de flexão com as mãos na escada/banco e os dedos dos pés ou joelhos no chão. Abaixe o peito na direção da escada e volte para a posição inicial. O inverso também pode ser feito, colocando os pés em um lugar mais alto e as mãos em um lugar mais baixo. Sua função é trabalhar os músculos crucifixo, tríceps, deltoides, e envolver o condicionamento do corpo inteiro.

Tipos de flexões

Há diferentes tipos de flexões, cada uma com objetivos diferentes e diferentes resultados para seu corpo. (Foto: T Nation)

Tipos de flexão: lado a lado

Posicione ambas as mãos no centro do chão abaixo do peito. Mova a mão direita para fora à direita do seu corpo e coloque no chão. Abaixe o peito ao chão. Empurre para cima e volte a mão direita para a posição inicial. Em seguida, mova a mão esquerda para a esquerda do seu corpo. Abaixe o peito para o chão e empurre para cima voltando a mão esquerda debaixo do peito. Continue a alternar flexões direita e esquerda. Essa flexão foca em trabalhar mais o peitoral.

Flexão aberta

Mova as suas mãos direita e esquerda para fora de mais dois a três centímetros da largura dos ombros. Abaixe lentamente o peito no chão e levante de volta para a posição inicial. Essa flexão é uma das variações mais simples, mas pode ser uma das mais pesadas de fazer se seus músculos não estiverem fortes o suficiente. Na flexão aberta, o foco é o trabalho peitoral.

Flexão fechada

Posicione as duas mãos no centro do chão abaixo do nível do tórax. Os dedos indicadores e os polegares de ambas as mãos devem tocar ligeiramente, criando uma forma de diamante no chão. Abaixe o peito para o chão enquanto seus cotovelos se dobram e ficam próximos do seu tronco. Abaixe a parte superior do corpo para o chão até o ponto onde você ainda tem a força para empurrar-se de volta. Na flexão fechada, o foco é o trabalho de tríceps.

Flexão remada

Pegue um haltere em cada mão e entre na posição de flexão. O peso da parte superior do corpo deve ser suportado pelos halteres à medida que você segura as alças. Abaixe o peito para o chão, empurre de volta para a posição inicial. Em seguida, puxe o haltere direito do chão e para seu peito, fazendo um exercício em linha. Retorne o haltere no chão e repita com o lado esquerdo. Continue a alternar uma flexão com a direita e depois com a esquerda. Essa flexão trabalha os músculos crucifixo, tríceps e deltoides.

Conhece outros tipos de flexões? Deixem suas sugestões nos comentários!

Marcadores: ,
Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)