Você tem um dores nas costas? Mais provavelmente, você só tem maus hábitos. A dor nas costas é um dos problemas médicos mais comuns, mas também um dos mais fáceis de evitar.

A dor é geralmente devida a um espasmo muscular, que pode ser desencadeada por todos os tipos de coisas: tensão constante de má postura, um ataque súbito de movimento repetitivo, inflamação crônica ou um movimento de torção único em um ângulo errado. O músculo contrai mas não se libera, e essas fibras musculares travam. Essa tensão constante pode levar à dor. Problemas como hérnia e protrusões discais também podem ocorrer, seja por má postura, genética ou até lesões causadas por traumas na região da coluna.

Enquanto as lesões geralmente curam com descanso em um par de dias, os danos a seus discos ou os nervos que se irradiam a partir de sua coluna vertebral podem exigir cirurgia ou tratamentos de longo prazo. Qual é a diferença? A dor pode ser severa, e pode irradiar para seus membros superiores e/ou inferiores. Outro sinal de alerta: se seus músculos parecem estar constantemente sendo “puxados”, pode ser um sinal de que suas vértebras não estão no lugar certo.

Dores nas costas

Tratar sua coluna te ajudará a evitar que este problema se agrave e assim, seja necessária uma cirurgia reparadora. (Foto: www.leggehealth.com)

Nossa dica, como sempre, é procurar um ortopedista caso a dor dure por um tempo ou ocorra com uma certa frequência. A partir dos exames, você terá uma ideia melhor do que está acontecendo com sua coluna. Mas não confie apenas no ortopedista. Vá a um fisioterapeuta de sua confiança e mostre os exames. Faça um programa de exercícios e de tratamento para sua coluna. Ao fazer isso, você começa o trabalho profissional para tratar seu problema na coluna.

Com o fisioterapeuta, você irá aprender algumas coisas muito importantes, que já deveriam ser parte de sua rotina. Além disso, ele irá personalizar exercícios para seu problema, evitando que sem querer, você agrave suas dores.

Nunca negligencie sua coluna como parte de seu aquecimento para qualquer atividade. Peça ao seu fisioterapeuta para recomendar exercícios que você pode fazer em casa, logo ao acordar e assim, seja capaz de já aliviar sua musculatura pela manhã.

Você pode marcar um massagista ou simplesmente usar uma bola de tênis para massagear suas costas, em pontos mais tensos. Mantenha a coluna reta e coloque a bola entre a parede e sua coluna, mexendo para os lados e para cima e para baixo, pressionando a bola contra as suas costas. Pode não ser uma solução que dure muito tempo, mas vai te aliviar o suficiente.

Tratamento com massagem

Busque um bom massagista para ajudar nos cuidados com a sua coluna, principalmente em dias de dor, para você não usar tantos remédios. (Foto: www.beautymakeup.dk)

Yoga e/ou Pilates, duas vezes por semana, são formas ideais para dar continuidade ao seu tratamento de uma forma que as dores irão praticamente acabar. O primeiro deve ser feito com o acompanhamento de um fisioterapeuta, já que você pode ter algumas limitações. Já o segundo, busque um profissional com uma boa formação e certificados para garantir o melhor atendimento,

Tratar suas dores com frio e calor. Primeiro, aplique uma compressa de gelo por cinco minutos, em seguida, retire-a por cinco minutos. Repita por meia hora. O ciclo ajuda seu corpo a aumentar o fluxo de sangue para o músculo dolorido, que promove a cura. No dia seguinte, você pode usar uma almofada de aquecimento ou uma toalha quente, que vai ajudar a relaxar qualquer tensão remanescente.

Claro, um músculo que esteja tenso precisa de tempo para se recuperar. Mas é possível isso com muito descanso. Se você ainda está com dor depois de dois dias de descanso, consulte um médico.

Veja bem, a cirurgia deve ser sua última opção. Existem tratamentos para todos os tipos de problema de coluna. saiba que remédios farão parte de seu cotidiano por muito tempo, até que os exercícios comecem a fazer efeito. Tenha paciência e assim, você conseguirá que sua coluna se recupere com mais rapidez.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)