Surpreende-me que as pessoas naturalmente magras sequer existam. Pense nisso. Para a maioria da história humana, temos vivido à beira da inanição. A única coisa abundante era a fome, especialmente no inverno. Nossos ancestrais da Idade da Pedra passavam todo verão caçando e coletando tudo o que podiam em uma tentativa de adicionar gordura corporal suficiente para sobreviver aos tempos difíceis que viriam.

A seleção natural favoreceu aqueles que poderiam facilmente ganhar e armazenar gordura, e não perdê-la rapidamente. Pessoas sem essas tendências genéticas sumiram há muito tempo. Se você está vivo hoje, é porque seus antepassados ​​perdidos longos foram capazes de armazenar gordura para os momentos em que não havia nada para comer e o corpo tinha de comer-se para sobreviver.

Esperemos que isso lhe dê algum contexto sobre a vida em uma época em que nos queixamos que a praça de alimentação do shopping está fechada. Estamos inundados com rápidos golpes de perda de gordura. Quantas vezes você já viu um anúncio ou artigo proclamar “Perca (inserir um número ridiculamente alto) quilos de gordura em apenas (inserir o número estupidamente pequeno) dias.” E aquelas “incríveis” fotos antes e depois, principalmente com aqueles tanquinhos aparecendo?

Pois é. Verdade seja dita, conseguir este tanquinho tem muito mais sacrifício envolvido e até uma boa dose de genética.

Quanto mais gordura que você perde, mais lento fica seu metabolismo

Eu não estou dizendo que transformações físicas impressionantes não são possíveis. Mas elas não são fáceis, nem rápidas. O fato é que, se você está transportando uns quilinhos extras, é porque você está geneticamente programado para fazê-lo. Ao tentar perdê-lo, seu corpo vai lutar com você. Seu corpo ainda acha que é a Idade da Pedra. Seu corpo não sabe que há uma mercearia na mesma rua. Quanto mais gordura que você perde, o seu metabolismo fica mais lento. Além do mais, se você está aumentando os níveis de atividade para atingir metas de perda de gordura, isso faz com que seu corpo fique mais eficiente. Sim, você queima muitas calorias enquanto estiver ativo, mas ao mesmo tempo em repouso, ele começa a queimar menos calorias. Há também o fato de que seu corpo se torna mais leve, você simplesmente tem menos carga para carregar com você em tarefas diárias, o que também vai queimar menos calorias.

Sacrifícios para o tanquinho

Acredite: até chegar nesse nível, você terá de sacrificar muito do seu estilo de vida atual. (Foto: www.naturalhealth365.com)

Você vai ter que perder bastante gordura e fazer muitos músculos antes de conseguir sequer enxergar seus músculos do abdome. Apenas pense que a cada kg de banha que você tira de seu corpo, é menor 1 kg que ele tem que carregar, e você terá de compensar essa “perda” de carga com exercícios.

A perda de gordura diminui o ritmo quando você está prestes a ver seu tanquinho

Adicione a isso o fato de que quando as reservas de gordura começam a baixar, seu corpo começa a odiá-lo. Estudos mostra que quanto menos gordura corporal que você tem, menos seu corpo vai queimar. Quando você começa a ficar magro o suficiente para que você quase pode ver seu tanquinho, a perda de gordura retarda a um nível rastejante. Esse período de tempo entre um “toque de definição abdominal” e “ei, eu posso ver meus tanquinho inteiro” é irritantemente longo. Se você está 10 kg longe de seu tanquinho, os primeiros 5 kg não serão difíceis de perder . Os próximos cinco sugarão todos os seus esforços.

Vamos deixar uma coisa bem clara: para a grande maioria das pessoas, a viagem para o tanquinho é longa e tortuosa. Um inferno astral, corporal e todos os outros que você conheça. Só a genética poderia te ajudar nisso, isso se você for abençoado com um metabolismo mega eficiente ou uma proporção entre ganho de músculos e perda de gordura absurdamente favorável.

A verdade sobre o tanquinho: abdominais apenas não fazem tanta diferença

Não é rápido, e não existe tanquinho fácil. Este é um trabalho árduo, difícil, que irá requerer muitos exercícios intensos e privação alimentar. Fast-food e álcool precisam ser drasticamente cortados, e você pode desenvolver algo semelhante a um transtorno obsessivo-compulsivo sobre o equilíbrio calórico. E então, finalmente, quando você atingir a sua definição abdominal desejada, você deve manter o estilo de vida que você chegou lá, a fim de sustentar o tanquinho. E esqueça aquelas incessantes sessões de abdominais: o tanquinho é uma definição que exige exercícios globais, não apenas localizados.

Antes e depois do tanquinho enganando

Estas fotos são comuns na web. Ter um tanquinho não é tão fácil quanto estas fotos fazem parecer ser. (Foto: www.primalsixpack.com)

Então, por que você iria querer fazer isso? Às vezes pergunto-me essa pergunta. Eu não acho que você vai ser mais bem sucedido com as mulheres. O tanquinho realmente remove algum estofamento da barriga e pode resultar em reclamações daquelas que curtem uma barriguinha masculina. A menos que você viva perto de uma praia, não há muitas oportunidades para mostrar seu tanquinho. E você quer saber de uma coisa? Mostra-los fica chato bem rápido. Na primeira vez,  você pode notar olhares de admiração aqui e ali, mas depois você irá parar de percebê-los.

Então, por que se esforçar para sustentar o seu tanquinho? Uma razão: gostar da maneira como eles aparentam. Se olhar no espelho e se sentir bem com os resultados de seus esforços, mas sem nenhuma obsessão com os tanquinhos. Pode até estúpido e superficial, mas é o que empurra a maioria daqueles que buscam a definição corporal. Se você decidir que você está disposto a fazer o que for preciso para atingir e manter a definição abdominal, então você precisa encontrar o seu porquê. E, o mais importante, você precisa ser paciente. Eles virão, eventualmente.

Como diria um grande escritor, o que importa não é o destino, mas sim, a jornada feita até lá. Garanto que os ganhos conquistados até o tanquinho irão te seguir pelo resto de sua vida, mesmo que você desista no meio do caminho, alguma coisa do esforço irá ficar e com certeza, influenciar você a ser um melhor homem.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)