Há duas maneiras de organizar seus exercícios de treinamento de força e definição: a malhação completa ou rotinas de divisão dos grupos de músculos a serem trabalhados. Embora ambas as opções ofereçam uma maneira eficaz de organizar o seu plano de treino semanal, você pode achar que suas metas de fitness, horário de trabalho ou tempo disponível para o exercício significa um método irá funcionar melhor para você.

Treinos de corpo inteiro envolvem o exercício de todos os seus músculos principais em um único treino, enquanto rotinas divididas dividem seu corpo em áreas que são treinadas em dias diferentes durante a semana. Embora rotinas de corpo inteiro sejam favorecidas por entusiastas do fitness em geral e para o treinamento para a resistência muscular, rotinas de divisão são geralmente utilizadas por fisiculturistas e formadores experientes que procuram desenvolver a aptidão máxima muscular, o tamanho e/ou força.

Para ambos os tipos, fica uma pergunta: o que eu tenho que malhar para deixar meu corpo bem definido?

Pensando em um corpo proporcional

Se você deseja que seus braços fiquem desproporcionalmente grandes, então você pode fazer alguns movimentos isolados e ter sucesso. Mas devemos não pensar apenas em que tipo de corpo que você quer desenvolver. Por mais que o formato dos músculos superiores te agrade e até faça um sucesso, com o tempo, a tendência é que músculos superiores trabalhados e inferiores relegados ao esquecimento te deixem feio. Você pode até se concentrar em suas extremidades e esperar que sua genética tenha sido abençoada o suficiente para não se lesionar a partir dos desequilíbrios musculares que você está criando em seu corpo.

As desvantagens de um treinamento desproporcional

Se você forçar seu corpo a trabalhar constantemente em movimentos isolados, isso irá possivelmente fazer com que ele “esqueça” como trabalhar em harmonia com o resto do seu corpo. Quantas vezes você vê um fisiculturista profissional mudando para um esporte de nível profissional como futebol americano, beisebol, basquete? Não me interpretem mal, eles são fortes em exercícios específicos, mas você não vai ver qualquer um desses caras que entram nos Jogos Olímpicos como ginastas, velocistas, mesmo levantadores de peso, como fisiculturistas. Treine como atleta e a forma seguirá proporcionalmente: você terá um corpo flexível, ágil, livre de lesões e que se parece com um deus grego, e não uma caricatura de algo que lembra vagamente um ser humano como são os fisiculturistas mais extremos.

Fisiculturismo como modelo para musculação

Só para ter como um exemplo, um fisiculturista não ganha prêmios apenas pelo volume de seus músculos. A proporção perfeita entre eles é o que faz um fisiculturista um modelo perfeito e proporcional de malhação. (Foto: thedailybanter.com)

A vida real do corpo definido

Nas 3 dimensões da vida real, os nossos corpos são projetados para fazer apenas 6 movimentos básicos: agachamento, levantamento, estocar, empurrar, puxar e torcer. Se você treinar seu corpo com esses seis componentes básicos cada parte do seu corpo vai crescer  em proporção ao resto do seu corpo. Olhe para o seu programa e veja onde você não está seguindo estas diretrizes básicas para saber por que algumas partes de seu corpo não estão desenvolvendo ao invés de focar demais em uma ou outra parte. Analise com calma pois se uma parte não está dando resultados, significa que outras estão recebendo esforços demais.

Considerações

Todos os exercícios, se baseiam em um modelo de corpo inteiro ou rotina dividida, mas devem seguir o mesmo formato básico. Exercícios devem começar com um aquecimento específico completo para os exercícios que se seguirão. Isso ajuda a preparar o corpo  ea mente para o exercício e minimiza o risco de lesões. Exercícios devem ser ordenados de modo que os mais complexos e exigentes são realizadas no início do programa, enquanto a sua energia é mais elevada, e os exercícios mais fáceis devem ser deixadas para o último, quando é provável que te deixaram mais cansado. Em exercícios de corpo inteiro, você deve garantir que, para cada exercício empurrando você tem um exercício de puxar no mesmo plano anatômico. Equilíbrio entre planos de movimentos é igualmente importante ao projetar rotinas divididas, mas o equilíbrio pode ser estabelecido dentro de uma semana de treino, por oposição a um único treino.

Progredindo com o corpo inteiro

Pense no seguinte: se você foca em uma parte mais do que a outra, em algum momento, você vai precisar recuperar a parte que ficou para trás, não é? E aí, serão mais alguns meses de trabalho até tudo ficar proporcional de novo. Não existe treino que vá te dizer que você tem que malhar partes específicas do corpo para ficar definido. Você precisa malhar seu corpo como um todo. Só assim, por mais tempo que demore, você não irá correr o risco de parecer um homem sorvete ou um deus grego desenhado pelo Picasso.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)