O divórcio é geralmente uma decisão unilateral, que pega o marido desprevenido. Muito raramente casal senta e chega à decisão de acabar com o seu casamento. Na maioria das situações, o marido é deixado a lutar com as consequências da decisão de sua esposa a pedir o divórcio. Não é fácil lidar com a admissão de uma mulher que ela não quer mais estar no casamento.

Essa rejeição é um grande golpe para o equilíbrio emocional do homem. Ele fica noites sem dormir, pensamentos em seus filhos em uma base diária e os medos de não ser capaz de proteger os seus direitos legais em um sistema de Tribunal de Família que parecem favorecer as mulheres e mães durante o processo de divórcio.

Este artigo irá ajudá-lo dando conselhos de um homem e ponto de vista do pai divorciado.

Lidar com os aspectos emocionais do divórcio

O processo de divórcio é legal. Não há lugar para as emoções negativas. A coisa mais importante que um homem pode fazer é lidar com o aspecto emocional do divórcio de uma maneira que não lhes permita interferir com as questões legais .

Em outras palavras, você precisa de uma cabeça clara, um processo de pensamento que é liderado pela lógica não raiva ou medo. A única maneira de manter as emoções de se misturarem com o processo legal é aprender boas estratégias de enfrentamento. Não enterre suas emoções, não negue os sentimentos, trabalhe com eles para que você possa estar no seu melhor quando lutar por seus direitos legais do divórcio. Um psicólogo nesse momento pode ser um bom começo para a estabilidade emocional.

Divórcio e crianças

O divórcio não é fácil para ninguém. E a criança não pode sofrer mais do que os pais e você, homem, tem que garantir a segurança dela. (Foto: happykidsafterdivorcetraining.com)

Navegando o processo legal de divórcio

Então, por onde começar, uma vez que você lidou com as questões do coração? Com um advogado de divórcio , é claro! E, por ser um homem que você vai precisar de um bom advogado de divórcio. Você tem muito a considerar e muito a proteger. Mas, se você tiver um bom advogado de divórcio, que tem boas habilidades de negociação, você pode proteger o seu papel como um pai e todos os recursos que você e sua esposa adquiriram ao longo dos anos.

Proteja os seus filhos e os direitos de custódia durante o divórcio

Como eu disse acima, o sistema da Vara de Família pode ser tendencioso em favor das mulheres quando se trata da custódia da criança. A mudança está em andamento e os pais que estão dispostos a ir um caminho mais longo estão ganhando mais tempo com seus filhos após o divórcio. Mais e mais pais estão ganhando o direito de custódia 50/50 e em alguns casos, a custódia legal integral de seus filhos.

É imperativo que todos os pais percebam a importância do seu papel na vida de uma criança. Sua esposa pode querer um divórcio, isso não significa que você tem que se tornar um visitante na vida do seu filho. Ao contratar um advogado, certifique-se de que ele/ela entende o seu desejo de ganhar o máximo de custódia quanto possível e está disposto a ir para o tribunal para garantir esse direito.

O que esperar durante o processo de divórcio?

Os passos que você vai passar durante o processo de divórcio vai depender do lugar em que você vive. Seu advogado de divórcio será e deverá estar disposto a orientá-lo através do que o processo de divórcio vai ser para você. Em cada estado e até em cada diferente cidade podem haver diferentes prazos para o processo ter seu fim.

Veja bem: essas dicas não garantem que o divórcio será menos doloroso. Mas pelo menos, você estará exercendo seu papel como pai e como um homem melhor, capaz de mostrar que é um homem família e garantir seu espaço na vida de seus filhos.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)