Manter uma alimentação saudável é possível em praticamente qualquer estilo de vida e sequer é necessário gastar muito dinheiro. Força de vontade é muito mais importante quando se deseja fazer dietas para emagrecer ou conseguir qualquer outro objetivo.

Nosso corpo precisa dos nutrientes certos para manter a saúde e consertar os danos causados pelas constantes agressões: poluição, stress, bebida, cigarro, má alimentação, acidentes, e tudo mais que sofremos ou causamos de prejudicial à saúde.

Uma das maneiras de se manter saudável e certamente com melhor aparência é comer de tudo. Levar em consideração a famosa pirâmide alimentar na hora de escolher os alimentos já pode ser um bom começo.

Por muito tempo eu me alimentava mal e não comia nenhum tipo de verdura. Gostava de quase todas as frutas e de 2 ou 3 legumes. Era simplesmente muito chato em se tratando de alimentação. O resultado é que sempre tive uma saúde relativamente frágil, com alergias, gripes e resfriados constantes e percebia que demorava mais para sarar de qualquer coisa. Acreditava que muito disto fosse culpa da genética, heriditariedade e essas coisas, mas hoje tenho certeza de que a mudança radical nos meus hábitos alimentares foi o que resolveu tudo isso.

De uma dieta restrita a arroz, feijão, macarrão e carne eu passei a comer de tudo. Tudo mesmo. Agora me forço a acostumar o meu paladar a qualquer tipo de alimento. Comidas que antes eu sequer pensava em comer hoje fazem parte naturalmente do meu cardápio. Colocar verduras no prato e experimentar novos alimentos é uma atrativo a mais para conhecer novos restaurantes. Nos self-services onde as vezes almoço me esforço para deixar o prato mais variado possível e passei a ter prazer em fazer isto, mesmo considerando que ainda há alguns alimentos que não acho agradáveis.

Hoje não tenho mais nenhum problema de saúde, há mais de um ano não tenho sequer um resfriado e as alergias praticamente se foram, aparecendo apenas quando há algum agente externo de fortíssima intensidade, aí sim explicado por questões hereditárias. Até as caspas diminuíram nos momentos de stress.

Além da clara vantagem do ponto de vista da saúde, posso dizer também que melhora muito com relação à vida social. Acabou aquela idéia das pessoas terem que se preocupar em fazer algo separado porque você não gosta de cebola ou não come verdura. Fica muito mais fácil se alimentar fora de casa e seu corpo começa inclusive a querer mais certos alimentos que sequer pensava em comer antes.

Reeducação alimentar

Comer de tudo – uma excelente reeducação alimentar

Image: photostock / FreeDigitalPhotos.net

Nada do que foi dito acima deve ser encarado como conselho médico, apesar de que no meu caso, também foram. Não posso deixar de destacar o papel incisivo de minha namorada em me convencer a me alimentar melhor. Apesar de ter sido difícil no início, fez toda a diferença em minha vida e me arrependo de não ter mudado antes.

Se você restringe a sua alimentação por motivos apenas relacionados ao gosto e paladar, repense sua atitude. Você está perdendo um mundo inteiro de novas possibilidade e experiências proporcionadas pela gastronomia e pelos ganhos que terá em sua saúde e disposição.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Um comentário para “Você não come de tudo? Deveria!”

  1. Pallab

    Renata tive este mesmo problema he1 uns 15 anos, e peuocrri 2 me9dicos na ocasie3o. Ambos me disseram exatamente a mesma coisa: ne3o use sabonete em mucosas. Ne3o e9 necesse1rio ensaboar suas partes pra que elas fiquem devidamente limpas. Basta e1gua corrente e suas me3os.desde ente3o, nunca mais tive problemas. Ou seja: ne3o e9 necesse1rio um sabe3o especial, isso e9 criae7e3o farmaceautica pra fazer a gente gastar dinheiro, e os me9dicos se3o coniventes.fica a dica!

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)