Há algum tempo atrás, entrou na moda um novo estilo de corrida: o barefoot running. O estilo define-se pelo corredor que abandona o conforto do tênis para um exercício de maior impacto, passando a correr descalço ou apenas uma sola protetora. Se pensarmos bem, o uso de tênis para corrida é algo bem recente. Início do século passado as corridas eram a sapato ou mesmo, descalço. Nossos antepassados corriam descalço. Muitas tribos africanas andam por quilômetros sem nada mais do que simples sandálias. Já sabemos que correr é importante para nossa saúde. Mas será que nos tempos atuais, com tantas recomendações para o uso de calçados apropriados para praticar esportes, o barefoot running é a melhor opção? O tema gera bastante controvérsia.

Rick Roeber - Barefoot Runner - Já percorreu mais de 13.000 milhas descalço

Rick Roeber – Barefoot Runner desde 2003 e que já correu mais de 13.000 milhas descalço (Fonte: AP/Charlie Riedel)

Por um lado, aqueles que aderiram a técnica afirmam que há um significativo fortalecimento da musculatura com o aumento do impacto. Os resultados são maior resistência, menor quantidade de lesões e o fim das dores nas articulações, comuns aos praticantes de corrida “tradicionais”. Os “pés-descalço” tem ainda a seu favor a história da humanidade, com séculos de história sem calçados ultra tecnológicos.

Por outro lado, muitos especialistas ressaltam a falta de pesquisas detalhadas sobre os impactos físicos do esporte e das lesões comuns aos praticantes. A maior parte dos praticantes começa o esporte por influência de artigos e pessoas que já praticam, sem sequer consultar um especialista na área. O que ambos concordam é que para qualquer tipo de corrida, é necessário um período de adaptação, consistindo na introdução gradual a técnica por meio de caminhadas de menor duração gradualmente desenvolvidas para corridas leves.

Na natureza, correr descalço traz muitas vantagens, como poder sentir o chão onde pisa

Uma das vantagens de correr descalço é poder sentir o chão, a água, a grama, a terra com seus pés. Uma sensação e tanto! (Fonte: Evidence-Based Living)

Para quem já treina calçado, um bom começo para o barefoot running são pequenas corridas na grama, com impacto bem diminuído, até se acostumar e iniciar as corridas no chão calçado. É um bom momento para você analisar as reações do seu corpo ao novo tipo de impacto. Em alguns casos, você pode até descobrir problemas como fissuras e microlesões, mascaradas pelo uso de calçados confortáveis. Caso sinta qualquer diferença desagradável, pare tudo e busque um especialista. Sua saúde é extremamente importante e não deve ser guiada apenas por artigos de internet e pesquisas no Google.

Na soma de tudo, o barefoot running é uma técnica relativamente nova. É muito arriscado fazer qualquer afirmação sobre a técnica. Mas com o tempo e principalmente o súbito interesse no esporte, mais pesquisas e interessados proporcionarão fontes confiáveis e ótimos guias para incrementar sua corrida.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)