Você é um viciado em aventura? Você aprecia a emoção dos esportes radicais? Nem todo mundo curte essa adrenalina toda de desafios, mas há um seleto grupo de pessoas que anseia por aventuras e buscam sempre os esportes radicais. Se você está considerando adicionar mais adrenalina em sua vida, é bom pensar duas vezes antes de se arriscar nos esportes radicais..

Exemplos de esportes radicais

Embora não seja muito bem definido o que é um esporte radical, podemos dizer que é algum tipo de atividade física que muitas vezes produz uma grande quantidade de adrenalina. A razão para este nível mais alto de adrenalina é porque esportes extremos, tais como o bungee jumping, sky diving ou caiaque, são geralmente perigosos.

Os riscos muitas vezes podem incluir ferimentos graves, paralisia e, por vezes, até a morte. A faixa de atividades inclusas nesse tipo de esporte varia muito. Por exemplo, algumas pessoas consideram caiaque perigoso, enquanto outros consideram um esporte mais tranquilo. Dependendo de onde você vai fazer a atividade também determina se é ou não radical. Uma corrida de BMX em um terreno altamente acidentado, em velocidades acima de 60 km/h é considerado extremo, enquanto que uma corrida no asfalto é considerado um esporte mais tradicional.

Outros exemplos de esportes radicais são: motocross, sky diving, corridas de arrancada, mountain bike, alpinismo, esqui aquático, asa delta, off-road, surf, saltos de parapente, caiaque, rafting, salto de penhasco e corrida em trilhas. Dependendo do quão ousada a pessoa é, eles podem muitas vezes fazer mais de uma atividade em um dado dia ou semana.

Exemplos de esportes radicais

Pular de paraquedas é um dos esportes radicais mais tradicionais. Mas isso não significa que ele traga menos adrenalina ou seja menos perigoso. (Foto: POPULAR SOCIAL SCIENCE)

Benefícios dos esportes de aventura e radicais

Existe uma nova raça de atletas conhecida como atleta de esportes extremos. Eles ganham a vida fazendo esportes radicais, e o dinheiro é um dos melhores salários no ramo dos esportes, pois os patrocinadores são muitos para esses esportes.

Esportes extremos, como todas as atividades físicas, podem ajudar a melhorar a saúde e o bem-estar da pessoa. Fazer exercício físico diário é importante para sua saúde. E como quase todo esporte radical envolve altos níveis de esforço e condicionamento, você ainda pode ter a garantia de um treino completo a cada sessão de treino.

Quando alguém faz uma atividade extrema, endorfinas são liberadas, resultando em uma grande quantidade de adrenalina no seu organismo. Endorfina, para quem não sabe, é também conhecida como o hormônio da felicidade. Esta sensação, a adrenalina, é que torna muitos dos atletas de esportes radicais viciados nesse tipo de atividade.

Há muitos benefícios mentais para atividades extremas também. Quando uma pessoa faz uma atividade bem, eles ganham confiança, bem como experiência de vida. Isso dá a elas uma vida gratificante com menos arrependimentos.

Aqueles que buscam emoção são muitas vezes romantizados e idolatrados pela cultura saudável de hoje. Muitos que sonham em ser mais ousados e assumir mais riscos podem levar esse conhecimento para toda a vida, e ainda ganhar uma grande popularidade pelos seus feitos.

Riscos dos esportes radicais

Há algumas desvantagens para esportes radicais e a mais óbvia é a alta taxa de mortalidade na prática desses esportes. Muitos esportes radicais são perigosos se não realizados com o suporte de um especialista ou guia. Além disso, esportes radicais podem ser bem caros. Um paraquedas para parapente, por exemplo, pode custar cerca de R$6.000.

Esportes como sky diving, base jumping, cliff jumping ou mesmo bungee jumping podem ter consequências mortais se mesmo pequenas coisas derem errado. Outros esportes extremos como surf, snowboard ou skate aumentam a probabilidade de quebrar ossos, perda de membros ou mesmo paralisia. O nível de perigo é algo que certamente deve ser considerado ao querer praticar esportes radicais.

Muitos destes esportes são difíceis de começar praticando bem. É preciso prática e tempo. Alcançar os níveis mais altos em qualquer tipo de esporte, especialmente nessas atividades, exigirá sempre uma tremenda disciplina e horas de prática. E muitas quedas e machucados depois é que você vai se dar bem.

Sabendo dos seus riscos, agora você pode decidir se a prática de esportes radicais é para você. Acha que vale a pena? Você já pratica esportes radicais? Como é? Tem alguma lesão ou história para contar?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)