O bodybuilding é um esporte apreciado por milhares de frequentadores de academia em todo o país. O bodybuilding pode ser melhor descrito como um casamento entre arte e esporte. Embora os fisiculturistas ganham força com este estilo de treinamento de resistência, conseguir um certo ideal aparência é o objetivo real. Os atletas que participam do bodybuilding devem se comprometer em quase todos os aspectos de suas vidas para competir no nível de elite. Por seu aspecto de excelência em treinamento, é difícil ter uma rotina de exercícios físicos para o bodybuilding. Mas algumas instruções guiam os praticantes para otimizarem seus treinos.

Treinamento cíclico

Fisiculturistas são julgados pela sua combinação de tamanho muscular, definição e simetria. Para atingir o pico de estado geral, fisiculturistas irão ajustar a sua formação e dietas ao longo do ano, concentrando-se em atributos diferentes em momentos diferentes. A razão para estes ajustamentos é o fato de que é difícil, especialmente para fisiculturistas experientes, obter uma quantidade significativa de músculos, enquanto perdem uma quantidade significativa de gordura ao mesmo tempo. Ganho muscular extremo requer uma grande quantidade de calorias, enquanto a perda de gordura só pode ocorrer limitando calorias. Aqui, as séries de exercícios são intercaladas com exercícios aeróbicos para otimizar seus ganhos.

Treino de bodybuilding

Lembre que exercícios para o bodybuilding são de extrema intensidade e vão pedir muito de seu corpo e mente. (Foto: www.bodybuilding.com)

Forma ao invés da função

O bodybuilding é diferente de outras formas de treinamento, porque não existe nenhum componente de  performance. Formação do bodybuilding destina-se a aumentar o tamanho, tanto quanto possível. Enquanto a força não é o objetivo, aumentar o tamanho do músculo irá resultar em algum ganho de força. Partes de corpo são treinadas separadamente em dias diferentes, para que cada grupo muscular possa ser desgastado, tanto quanto possível. Sessões e repetições variam e serão diferentes com base na fase do treinamento. Uma típica divisão de séries de bodybuilding seria treinar costas e bíceps num dia, peito, ombros e tríceps em outro, e as pernas em um terceiro. Nos primeiros momentos do treinamento, tais séries podem se repetir por até um mês. Mas em momentos mais avançados, é necessário que as mudanças sejam mais frequentes para otimizar o treinamento.

Ganhando volume

Durante o período em que estão parados, fisiculturistas vai tentar ganhar massa muscular, tanto quanto possível. Este período é designado como fase de enchimento, ou bulking. A ingestão de calorias é drasticamente aumentada, e a maioria dos fisiculturistas vai treinar com pesos muito pesados ​​para estimular o maior número de fibras musculares que puderem. Enquanto alguns fisiculturistas optam por comer alimentos saudáveis, enquanto aumentam de tamanho, muitos usam esta fase para entrar em alimentos não permitidos quando eles estão em uma dieta rigorosa. O treinamento cardiovascular é geralmente evitado durante a fase de ganho de volume. Neste momento, o nutricionista será seu melhor amigo na hora de sugerir uma dieta ideal para os ganhos que você está procurando. Tome cuidado para não exagerar e acabar ganhando mais do que o que foi planejado e acabando por ficar desproporcional.

Corte

Após uma fase de ganho de volume, fisiculturistas vão mudar sua dieta e programa de treinamento para um que é mais propício para a perda de gordura corporal. Este período é designado como a fase de corte. Ao perder uma quantidade considerável de gordura, os músculos se tornam mais visíveis, dando ao fisiculturista uma aparência mais agradável esteticamente. A dieta da fase de corte exige uma redução significativa de calorias quase sem amido. Pesos de treinamento são reduzidos porque a maioria dos fisiculturistas não pode se recuperar de treinamentos pesados com uma baixa ingestão calórica. A maioria dos fisiculturistas vai usar o treinamento cardiovascular, como a bicicleta ergométrica e esteira para queimar mais gordura corporal. Níveis de intensidade são geralmente mantidos baixos para minimizar perda de massa muscular. É caracterizada por repetições mais “tranquilas”, ao contrário de outras fases.

Treinamento pesado

Vale lembrar que resultados só serão obtidos por aqueles que tiverem a disciplina de seguir o treinamento religiosamente. (Foto: www.weighttraining.com)

Competição

Competições de fisiculturismo não são o contrário de concursos de beleza, em que os atletas são julgados na aparência. Os competidores são alinhados no palco e comparados em várias poses obrigatórias. Há também uma rodada livre, onde uma rotina coreografada é realizada. A prática das poses desempenha um papel fundamental no sucesso de um fisiculturista competitivo, e é praticado com a mesma atenção dada ao treinamento, caso seja seu objetivo competir.

Cuidados ao criar as séries de treinamento do bodybuilding

Sem um acompanhamento profissional, as rotinas de treinamento para o bodybuilding podem acabar prejudicando seu corpo e causando lesões que podem não ter uma cura fácil. Além de um médico para acompanhar seu desenvolvimento, você precisa de um profissional de educação física, um nutricionista e um fisioterapeuta para garantir que não está exagerando e otimizar sua recuperação, além dos ganhos musculares. Um personal trainer pode ser a melhor pedida nesse momento.

Tome cuidado também com os suplementos e esteroides que as pessoas te oferecem. Não tome nem use nada que não seja autorizado por um médico. Sua saúde não vale o ganho muscular ilusório que anabolizantes e afins irão proporcionar.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)