A maioria das pessoas começa o dia bebendo uma boa xícara de café. Isso pode até contribuir para a perda de peso. Os atletas treinados que tomam cafeína pré-exercício queimam cerca de 15% mais calorias por três horas após o exercício, em comparação com quem não bebe. Se você sempre pensou em café como um vício do qual você simplesmente não está disposto a desisti, você ficará feliz em saber que ele é realmente um bom suplemento para os exercícios, fornecendo bons benefícios que listamos abaixo para sua vida saudável.

Circulação melhorada é um dos benefícios do café para o treino

Pesquisas recentes estudaram os efeitos do café na circulação em pessoas que não eram bebedores regulares de café. Cada participante tomou um copo de café normal ou descafeinado. Depois, os cientistas avaliaram o fluxo sanguíneo. Aqueles que tomaram o café normal experimentaram um aumento de 30% no fluxo sanguíneo durante um período de 75 minutos, em comparação com aqueles que beberam o café descafeinado. Melhor circulação, melhor exercício, pois seus músculos precisam de oxigênio.

Cafeina é boa pra quem malha pois reduz a dor

Cientistas descobriram que consumir o equivalente de cafeína de duas a três xícaras de café uma hora antes de um exercício de alta intensidade de 30 minutos reduz a dor muscular percebida. A conclusão é de que a cafeína pode ajudá-lo a empurrar um pouco mais pesado durante exercícios de treinamento de força, resultando em melhorias na força muscular e/ou resistência.

Melhor memória com café

A cafeína melhora a memória até 24 horas depois de consumir. Os pesquisadores deram a pessoas que não consumiam cafeína um placebo ou 200 mg de cafeína cinco minutos depois de estudar uma série de imagens. No dia seguinte, os dois grupos foram convidados a lembrar das imagens e o grupo que tomou cafeína marcou significativamente melhor. Este aumento da memória pode ser uma verdadeira benção durante os exercícios, especialmente quando eles implicam a necessidade de recordar ou memorizar rotinas específicas.

Cafeína no treino

A cafeína pode ajudar na prática de exercícios físicos e estimular mais ainda seu treino com muita eficiência. (Foto: Elite Myotherapy)

Cafeína ajuda na preservação muscular

Em um estudo em animais, cientistas esportivos descobriram que a cafeína ajudou a compensar a perda de força muscular que ocorre com o envelhecimento. Os efeitos protetores foram observados no diafragma, no músculo primário utilizado na respiração, bem como no músculo esquelético. Os resultados indicam que, com moderação, a cafeína pode ajudar a preservar a aptidão geral e reduzir o risco de lesões relacionadas à idade.

Mais combustível muscular com a cafeína

Um estudo recente descobriu que um pouco de cafeína pós-exercício também pode ser benéfico, particularmente para os atletas de resistência que trabalham dia após dia. A pesquisa descobriu que, em comparação com o consumo de carboidratos por si só, uma combinação de cafeína/carboidrato resultou em um aumento de 66% no glicogênio muscular quatro horas após o exercício intenso, com redução de glicogênio. Glicogênio, a forma de carboidratos que é armazenada no músculo, serve como um cofre de energia vital durante o exercício, para poder mover força e resistência. Empacotar uma reserva maior significa que a próxima vez que você se exercitar, você aumentou sua capacidade dos exercícios.

Cuidados com o consumo de cafeína para os exercícios

Mas estas notícias não significam que você deve tomar o café tanto quanto possível, pois suas boas intenções podem ser um tiro no pé.

Não exagere

A quantidade máxima de cafeína recomendada para melhorar o desempenho com efeitos colaterais mínimos é de até 6 mg por kg de peso corporal.

Incorporá-lo de maneiras saudáveis

Faça um café com leite de amêndoa e canela em vez de creme e açúcar, ou combine café ou chá em um smoothie de frutas, juntamente com outros ingredientes ricos em nutrientes, como manteiga de amêndoas e aveia ou quinoa.

Seja consistente com sua ingestão

A pesquisa mostra que, quando sua ingestão de cafeína é constante, seu corpo se ajusta, o que contesta a desidratação, mesmo que a cafeína seja um diurético natural. Em outras palavras, não tente tomar duas xícaras em um dia e quatro no outro.

Cuidado com a fadiga

Corte a cafeína pelo menos seis horas antes da cama para prevenir a interferência do sono. Se você está confiando na cafeína como um reforço de energia porque você está cansado, entre na raiz do que está causando a fadiga. Talvez seja muito pouco sono, excesso de exercícios ou uma dieta inadequada. Se algo estiver errado, você provavelmente ficará mais fraco do que mais forte. Lutar pelo equilíbrio é sempre a chave.

E claro, não esqueça de beber muita água todos os dias!

Quais são os seus pensamentos sobre a cafeína? Ela ajuda ou prejudica seu treino?

Marcadores: ,
Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)