Você provavelmente já ouviu uma e outra vez que o treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) dá para as pessoas resultados surpreendentes na perda de gordura e condicionamento físico. O treino de alta intensidade intervalado é combinado com fases de baixa a moderada intensidade para recuperação do exercício. Tal como acontece com muitas outras tendências populares de fitness e nutrição(como o CrossFit ou Paleo), há uma abundância de mitos por aí sobre o treino HIIT. Vamos desmascarar os mitos para se certificar de que você não ser vítima de alguma destas inverdades.

Todo mundo pode fazer um treino de alta intensidade

Assim como você não iria correr uma maratona ou até mesmo uma meia maratona sem treinamento, você também provavelmente não deve ir direto para exercícios intervalados de alta intensidade. Você precisa ter cuidado ao iniciar ou reiniciar um programa de exercícios. Começar com um treino de intensidade total pode aumentar a chance de lesão e dor muscular. É melhor começar com baixa intensidade de exercícios aeróbicos até que você possa correr por 30 minutos consecutivos em uma intensidade moderada sem sentir dores ou cansaço extremo..

HIIT e SMIT são a mesma coisa

Muitas pessoas estão realmente fazendo o treinamento do intervalo supramaximal (SMIT) e erroneamente chamando-o de método HIIT. O treino de alta intensidade envolve a execução de intervalos de exercícios de alta intensidade, intercalados com exercícios de intensidade moderada a baixa. SMIT, por outro lado, envolve a realização de explosões totais do exercício, intercaladas com períodos de descanso completo ou nenhuma atividade. Confusões de lado, SMIT pode ser um método de treinamento mais eficaz. Os pesquisadores descobriram que SMIT levou a mais melhorias no desempenho do que HIIT ou corrida.  SMIT também proporcionou os maiores benefícios para pessoas fisicamente ativas, especialmente para as mulheres. Você não pode sempre fazer o treinamento SMIT, já que seu corpo vai se adaptar ao tipo de estímulo, tornando o seu esforço menos eficaz. Além disso, você também está mais propenso a perder o interesse quando você está fazendo o mesmo tipo de condicionamento. É aí que entra o treinamento intervalado de alta intensidade. Tente incorporar tanto o SMIT quanto o HIIT para fazer seus exercícios mais abrangentes, eficazes e interessantes.

HIIT é o único método que você precisa para perder peso e manter a forma

Não é nenhum segredo que um programa de treinamento de força bem concebido pode aumentar significativamente a força, potência, desempenho atlético e aparência física em homens e mulheres. Mas, o que muitas pessoas não percebem é a importância do músculo no processo de perda de gordura. Simplificando, o músculo é um tecido metabolicamente ativo, uma vez que é o local físico em seu corpo onde a gordura é queimada, ou seja, utilizada como energia. Assim, quanto mais tecido muscular magro você tiver, mais calorias/gorduras você vai queimar todo o dia, mesmo enquanto você dorme, simplesmente porque mais tecido muscular requer mais energia.

Seu corpo é como seu carro: se você colocar um motor maior em seu carro, você vai queimar mais combustível durante a condução. Com esta analogia em mente, ter mais músculos vai ajudar a tornar seus esforços de treinamento do intervalo mais eficazes, ajudando você a queimar mais calorias. É por isso que o treinamento de força e manutenção muscular com formação adequada e uma boa nutrição são absolutamente críticos para a perda de gordura. O plano de treino bem feito combina o treino de intensidade com um plano de treinamento de força abrangente.

HIIT não é pra todo mundo

Cuidado: antes de praticar o HIIT, verifique com seu médico se você pode praticar exercícios mais pesados sem problemas. (Foto: blog.proform.com)

Mais HIIT é sempre melhor

Como o nome sugere, o treinamento intervalado de alta intensidade é um treino intensidade total, empurrando seu corpo aos limites. Por isso é importante permitir uma abundância de tempo de recuperação entre os treinos. Você não quer fazer muito durante a semana. Usando o treino intervalado de alta intensidade três vezes por semana vai lhe dar os melhores resultados, limitando o risco de lesões.

HITT é melhor do que aeróbico estacionário

Com a popularidade do treinamento intervalado de alta intensidade, o padrão de 30 minutos de treinamento aeróbico parado (como esteira, elíptico ou bicicleta) parece cair em desuso. Aeróbico estacionário é freqüentemente demonizado por interferir com e até mesmo matar ganhos musculares do treinamento de força.

No entanto, estudos descobriram que a adição de exercícios aeróbicos de baixo impacto exercícios, como andar de bicicleta, não irão comprometer os ganhos de força ou massa muscular. Na verdade, este estudos descobriram que em homens destreinados anteriormente, o exercício aeróbico pode aumentar seus ganhos musculares. E, claro , o treinamento aeróbico aumenta a sua resistência aeróbica. O exercício aeróbico moderado/leve é um ótimo método para usar em dias de recuperação dos treinos intervalados.

O que você acha?

Os benefícios da intensidade são inegáveis. Mas é importante que você não se torne tão obcecado com este método de treinamento que você negligencia outros métodos de treinamento eficazes que irão adicionar variedade e diversidade de sua rotina de exercícios. Mantenha as coisas em perspectiva.

Cada tipo de treinamento – treinamento de força, de alta intensidade, treinamento intervalado supramaximal, e aeróbico estacionário – têm seus benefícios exclusivos e limitações. Usando apenas um deles é como comer apenas frutas e não comer legumes e verduras. Qualquer argumento contra o HIIT deve ser analisado, pois você pode ter condições médicas que atrapalham a prática. Assim, você pode optar por outros treinos para definição, um treino para definir corpo mais leve.

Treino de força também é eficiente, desde que feito com o acompanhamento profissional certo para o devido condicionamento muscular.

Pesquise. Saiba mais sobre o treino HIIT, como fazer, onde praticar e o que você precisa antes de começar.

Já experimentou HIIT? Você teve bons resultados com ele? Que outros exercícios que você incluiu na sua rotina semanal? Deixe um comentário abaixo com sua experiência.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)