Conversando com um conhecido gerente de uma academia, você ficaria surpreso com o número de reclamações e preocupações dos instrutores e frequentadores de lá. Esse conhecido me chamou a atenção para algumas coisas que as pessoas deveriam evitar em uma academia e que, infelizmente, acontecem com grande frequência.

Depilar e se barbear no vestiário

Um dos maiores problemas enfrentados pela academia não está no chão da academia, mas no vestiário. Enquanto a academia desse conhecido tem duchas com água quente, fornece alguns equipamentos de preparação menor como secadores de cabelo, existem algumas coisas que não dá para a academia resolver, como por exemplo o cabelo.

Enquanto os donos de academia definitivamente encorajam seus clientes para terem higiene nas instalações de banho, uma coisa que uma sociedade mensalidade de R$100,00 não paga é para a academia ser um clube de campo. Pessoas se barbeiam, se depilam e causam o entupimento de pias e ralos, deixando-os cheios de aparas de cabelo. Além de ser incômodo ter aquele monte de cabelos nos ralos e pias, você vai causar muitos danos à academia, que terá de reparar o encanamento por constantes entupimentos. E você se surpreenderia por saber o quanto este tipo de higiene é comum nas academias.

Portanto, faça um favor: não se barbeie e nem se depile no vestiário de uma academia.

Fazer exercícios distraído

A próxima mensagem de etiqueta vem do chão da academia. Infelizmente, assim como a condução sem atenção tornou-se um perigo em nossas estradas, estar distraído no exercício está começando a se tornar um perigo e aborrecimento nas academias.

Exercício distraído pode vir de uma série de questões: atender o telefone celular enquanto usando um equipamento e não liberando para outros membros da academia, ficar tão entretido com suas músicas que você começa a cantarolar todas elas em voz alta, entre outros.

Além disso ser incômodo para outros frequentadores da academia, você começa a fazer exercícios de formas erradas e não presta atenção direito ao que está fazendo, tornando-se um perigo para você mesmo e as pessoas ao seu redor. Todos tem o direito de desfrutar dos treinos, mas todos tem que de ser corteses com os outros membros. Você não gostaria que alguém arruinasse seu treino, cantando músicas da Rihanna em um inglês embromation na academia não é? Muito menos um desatento deixando um peso cair no seu pé.

Portanto, mesmo que você esteja ouvindo música, fique atento a tudo que você está fazendo nos exercícios.

Não seja exibicionista na academia

Além das coisas a não se fazer que destacamos, também não seja aquele cara que vai malhar só para se mostrar: malhe para você mesmo, não para os outros! (Foto: www.muscleandstrength.com)

Não guardar o equipamento da academia

Todos leem as mensagens espalhadas pela academia para guardar os pesos e equipamentos nos lugares certos. Eles estão em toda parte. E você sabe quantas pessoas ainda não guardam os equipamentos usados? A filosofia é simples: se você é forte o suficiente para levantar um peso, você é forte o suficiente para colocá-lo de volta. Infelizmente, nem todos concordam com esses sentimentos.

Realmente pode ser um perigo se você deixar um haltere no chão e alguém tropeçar nele. Isso pode levar a lesões graves. Mas também é um aborrecimento para quem quer fazer um exercício com aquele peso específico. Quem nunca chegou para usar um peso só para ver que um ou ambos de um conjunto sumiram, sem ninguém estar usando? Para os membros de uma academia com agenda apertada, tendo que correr por todo o ginásio para encontrar os pesos perdidos pode ser um tempo precioso perdido na musculação.

Então tome cuidado da próxima vez que você estiver na academia ou clube de fitness, e tentar manter a sua etiqueta e saúde em dia, não cometendo estes erros. E se tiver alguma experiência com alguma destas situações, não deixe de compartilhar nos comentários abaixo!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)