A maioria das pessoas entram em um relacionamento com a intenção de fazê-lo funcionar, com a esperança da felicidade conjunta. As intenções são tão nobres quanto as próprias parceiras. No entanto, por que relacionamentos sólidos pode desmoronar como um passe de mágica? Porque eles não foram construídos sobre os 4 pilares sólidos de um relacionamento:a segurança financeira, a segurança física, a segurança emocional e a segurança moral. Pense no relacionamento como uma entidade individual, um edifício. Seu trabalho é garantir a força destes quatro pilares, os quatro diferentes tipos de segurança. Cada pilar é igualmente importante. Então, vamos conhecer cada um deles a fundo.

Pilares do casamento: segurança financeira

Um dos fatores mais importantes na sobrevivência de qualquer relacionamento é a segurança financeira. É o seu bem estar financeiro sozinho que irá garantir um telhado sobre a sua cabeça, além do cumprimento de outros requisitos básicos. Amar é difícil com estômago vazio, e viver ao lado de alguém desse jeito impossível. Se você não está financeiramente seguro ou você não pode fornecer segurança financeira para sua parceira, seu relacionamento pode desmoronar a qualquer momento.

Em uma união, se você não pode cuidar da casa com um salário, as possibilidades são que quaisquer empréstimo, despesas ou financiamentos estão descontrolando as finanças da família, ou suas finanças são controladas de tal forma que prejudicam sua saúde financeira. Se ambos os parceiros estão ganhando um salário e um perder o emprego, um deve ser capaz de fornecer segurança para o outro parceiro. Em outras palavras, sua parceira deve se sentir seguro que você pode fornecer cuidados em dias difíceis, e vice versa.

Se a segurança financeira já foi trabalhada,.os passos extras a tomar são ter um plano de poupança rígido e um planejamento para a aposentadoria do casal, proporcionando uma almofada extra de segurança para o longo prazo.

Pilares do relacionamento

Trabalhando os 4 pilares de segurança um casal poderá ter um relacionamento muito mais produtivo e duradouro. (Foto: Huffington Post)

Uma base de um relacionamento: a segurança física

Um está para o outro fisicamente no relacionamento? A segurança física não é apenas sobre a proteção de sua parceira, não é sobre ser macho ou um super-herói; Por segurança física queremos dizer muito mais do que isso, estamos nos referindo a um ato de intimidade, de estar fisicamente juntos.

As pessoas entram em um relacionamento conjugal ou semelhante impulsionados por suas necessidades físicas e emocionais, e quando o tempo passa ou tais necessidades são deixadas de lado ou começamos a procurar gratificação de outras fontes.  Se a sua parceira não pode depender de você para a proteção física na hora da necessidade, bem como olhar para você e não ter a satisfação de suas necessidades físicas, seu relacionamento pode enfrentar uma grande crise.

A necessidade de gratificação dos sentidos é deixada de lado durante um período de tempo. Mas ela continua a ferver e estará sempre lá. A necessidade de intimidade nunca desaparece completamente. Portanto, a segurança física, tanto em termos de proteção quanto de cumplicidade, é primordial.

Relacionamentos saudáveis: o pilar da segurança emocional

A crise financeira pode ser gerenciada com talento e senso comum, os desejos físicos podem diminuir ao longo do tempo, mas as necessidades emocionais permanecem sempre fortes. Na verdade, mesmo uma pequena vulnerabilidade em qualquer um dos pilares coloca uma pressão sobre os outros três pilares.

Amor, gratidão, tolerância, compaixão, perdão são emoções. Todas essas emoções são altamente contagiosas. Se você praticá-las, nutrindo essas virtudes e emoções, você vai contribuir significativamente para a saúde do seu relacionamento. Reparar qualquer dano ao pilar de segurança financeira ou física é relativamente mais fácil, mas este é um pilar de ouro. Qualquer sofrimento que você causar ao seu parceiro com seus gestos ou palavras vai ferir o coração deles, causando uma ferida profunda.

Se você estiver emocionalmente disponível para o outro, você pode ter certeza de um relacionamento completo. Predominantemente porque é durante os seus momentos de fraqueza que as pessoas perdem de vista o lado humano, o que é suficiente para desencadear um monte de emoções monstruosas e ações lamentáveis. Cuidado para sempre manter os sentimentos e emoções positivas na relação!

Pilares dos relacionamentos: o pilar da segurança moral

Este pilar é delicado; belo, mas frágil. Sua parceira pode confiar em você moralmente? Qualquer dano a este pilar é irreparável. As feridas causadas pelos danos morais nunca cicatrizam. Se você está comprometido com a moralidade, seu parceiro nunca vai esquecer, mesmo se eles quiserem, eles são incapazes de esquecer. Eles podem perdoar por compaixão ou compulsão, mas o relacionamento agora está em um fundamento instável. A moralidade sã é o fundamento de um relacionamento saudável e satisfatório. Mas onde traçar a linha entre moral e imoral?

Nem precisamos ir até a infidelidade. Mentir sempre é imoral, por exemplo. E se você ajudar alguém contra o consentimento da sua parceira? Bem, pode não haver regras estabelecidas para todas as situações, existem apenas princípios orientadores. Há alguém que você possa perguntar que nunca vai enganá-lo. E esse “alguém” é a sua consciência. Em caso de dúvida, pergunte à sua consciência. É fácil afogar a voz da consciência no estrondo de desejos ou busca por justificativas. No entanto, você faz isso para seu próprio perigo, ao custo de sua própria paz e felicidade, o que pode até custar-lhe o relacionamento. Se você não é do tipo que pode fornecer segurança moral, você deve considerar seriamente não entrar em um relacionamento de longo prazo.

Mantendo os quatro pilares do relacionamento

Isso é tudo o que há para um relacionamento: os quatro pilares. Um relacionamento é sobre dar, sobre compartilhar, sobre união. Se ambos os parceiros podem agir como adultos, metade dos problemas desaparecerá e, se eles podem estar lá um para o outro, a outra metade dos problemas nunca aparecerá. Se você decidir ser feliz, ninguém pode pará-lo. O casamento, com todo o seu preço, continua a ser uma instituição sagrada como nenhuma outra. Se você realmente quiser, você pode fazer o relacionamento funcionar, fazer fortes laços e manter o carinho. No entanto, se você é preguiçoso ou não pode encontrar tempo para o relacionamento, apenas estar junto não vai manter a relação. Da mesma forma, se você quer felicidade, alegria, união, confiabilidade de seu relacionamento, você tem que trabalhar para ele funcionar.

Como você faz para manter seu relacionamento? Quais pilares julga serem mais importantes?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)