O local de trabalho pode ser um campo minado de personalidades conflitantes: um colega de trabalho com ciúmes, o chefe irritado, o ego/orgulho masculino exagerado. Quando você é um empregado humilde, você pode ter que aprender a conviver com essas pessoas, para melhor ou pior, ou ignorá-las, aprendendo a aceitar suas diferenças ou mudando para um novo emprego.

Se você tem que lidar com os egos e orgulho masculinos que estão começando a afetar a sua produtividade ou da equipe no local de trabalho, pode ser hora de lidar com isso de maneira mais ativa. Isso vale inclusive quando o orgulho é seu.

Observe antes de agir

Observe a situação por alguns dias, para determinar se o problema de ego masculino que você está vendo está afetando a produtividade ou a moral no local de trabalho. Observe como as outras pessoas reagem ao orgulhoso na sala, se faz com que os outros comecem fugir ou desocupem o local, o que poderia ser um sinal de que o comportamento é perturbador.

Observe também as vezes em que você está vendo o comportamento. Tente separar seus sentimentos pessoais sobre o comportamento dos fatos e determinar se você é apenas pessoalmente contra esse comportamento, ou se ele está afetando negativamente o negócio. Se for o último, é hora de ter uma conversa com a pessoa. E é interessante que você, ao suspeitar do seu orgulho, peça a um observador externo para opinar sobre sua postura profissional. Assim, você pode ter uma opinião de quem está vendo tudo de fora, tendo um melhor direcionamento para a solução do problema.

Inicie um diálogo

Convide o colega de trabalho para uma reunião durante um momento de silêncio. No momento em que ele estiver conversando com outros não é o momento de chamá-lo para fora e exigir uma reunião, o que leva à humilhação que pode fazer com que o orgulho atinja níveis estratosféricos.

Em vez disso, envie-lhe uma nota por e-mail ou fale com ele quando ele estive sozinho em sua mesa, pedindo-lhe para encontrá-lo em privado. Se você está constantemente a ver o comportamento masculino orgulhoso aparecer, principalmente frente a críticas produtivas e dentro de trabalhos em grupo, resista à vontade de explodir ou repreendê-lo na frente dos outros. Mantenha a calma e guarde as suas observações para o momento privado. Enquanto você pode estar tentando moderar o ego/orgulho masculino, vai ser mais difícil alcançá-lo se você machucar este ego no mesmo período.

Tudo isso também funciona para você. Na hora de conversar com alguém sobre seu problema com orgulho, busque um profissional ou alguém que seja seu amigo e te conheça muito bem. Essas pessoas estarão dispostas a falar verdades para você e saberão fazê-lo de uma forma a não piorar seu orgulho.

Sucesso no trabalho com o autoconhecimento

Lidar com o ego e com o orgulho masculino é uma questão básica de sobrevivência no mercado de trabalho. (Foto: www.freeonlineblogspot.com)

Elogie as qualidades

Acariciar o se ego ou da pessoa um pouco no início da reunião, deixando a pessoa saber que você aprecia o trabalho que ele já está fazendo é uma ótima forma de quebrar um pouco as resistências. Se for você o orgulhoso, anote suas qualidades em um pedaço de papel ou peça a um amigo para fazê-lo. Já ao conversar com o orgulhoso, pontue quando e como ele fez algo positivo, reforçando os comportamentos que você gostaria que ele tivesse.

Você pode precisar cavar fundo para encontrar algo para elogiar, mas sempre o faça: o orgulho masculino precisa de aceitação e reconhecimento para que ele possa prosperar e não ser mais um obstáculo para o crescimento profissional e pessoal.

Concentre-se em soluções quando você passar a discutir o problema

Homens geralmente não querem continuar fazendo algo errado ou gastando muito tempo emocionalmente ligados aos problemas causados pelo orgulho. Eles tendem a querer corrigir o problema. Vá para o encontro armado com algumas ideias para acompanhar seu progresso ou a corrigir os problemas. Isso pode surgir a partir de conversas com amigos, com um terapeuta profissional ou até por uma pesquisa sua para soluções.

Tente oferecer soluções rápidas e práticas. Se o orgulhoso não gostou de uma crítica em grupo, faça com que ele peça aos outros para pontuarem melhor a crítica e mostrarem onde ele deve melhorar. Peça que ele mostre mais do seu trabalho sem ter que falar demais sobre o que fez ou deixou de fazer. Sugira que ele passe a deixar outros tomarem a frente dos projetos. Assim, ele começaram a mudar comportamentos e criar uma equipe mais unidade.

Defina prazos

Dê para você mesmo ou para pessoa um prazo para trabalhar em seus objetivos rumo à mudança e para acompanhar o seu progresso ao longo de algumas semanas ou meses. Marque uma conversa ou reavaliação várias semanas no futuro para que você possa verificar novamente o problema. Deixe a pessoa orgulhosa saber que não cumprir ou não fazer um esforço para mudar pode resultar na emissão de uma advertência verbal ou escrita. Seja firme mas amigável. Se for com você mesmo, peça a um amigo que puxe sua orelha caso você saia dos trilhos. O mais importante aqui é não estar sozinho, seja ajudando alguém ou se deixando ser ajudado por alguma pessoa.

Considerações Finais

Se você tiver mais do que um problema de ego masculino no local de trabalho, passe pelo mesmo processo para cada um dos homens que identifica com o problema, incluindo você mesmo no grupo. Vá devagar para não assustar a pessoa que é orgulhosa demais.

Se você ainda tem alguma dúvida, deixe nos comentários abaixo. Lembre-se que estamos aqui para ajudar.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)