Um tipo de câncer, chamado linfoma, ganhou visibilidade após ter afetado a presidente Dilma Rousseff em 2009, e agora em 2011 o ator Reynaldo Gianecchini ter sido diagnosticado com a doença. Muitas pessoas não sabem o que é o linfoma, quais são os seus sintomas e o seu tratamento, apesar de ele ser o quinto tipo de câncer mais comum. Aqui vamos tentar esclarecer essas informações.

O que é linfoma? Este é o termo usado para se referir aos tumores cancerosos no sistema linfático, formado por vasos linfáticos, gânglios linfáticos, o timo e o baço. O sistema linfático cumpre a função de defesa do organismo contra bactérias e vírus, auxiliando o sistema imunológico. O sistema linfático leva nutrientes e água às células e retira bactérias e resíduos. Podemos perceber a ação do sistema linfático através do inchaço de certos gânglios no corpo. Quando temos uma amigdalite, por exemplo, os gânglios próximos à garganta ficam inchados, e isso significa que a infecção está sendo combatida pela produção de linfócitos, essas células de limpeza e defesa. O linfoma é justamente o crescimento anormal da  quantidade de linfócitos, que multiplicam-se de forma desordenada. Estes linfócitos anormais podem se espalhar por muitos lugares do organismo e circular no sangue.

 

Reynaldo Gianecchini diagnosticado com linfoma

O ator Reynaldo Gianecchini foi diagnosticado com linfoma

Quais são as causas? Ainda não se sabe como os linfócitos passam a se multiplicar, mas indivíduos com doenças autoimunes como HIV e outras, transplantados ou que tenham contato com solventes, pesticidas, ou radiação são mais propensos a desenvolver o linfoma.

Dilma Rousseff tratou o linfoma

Em 2009 Dilma Rousseff foi diagnosticada com linfoma e se curou

 

Quais são os sintomas do linfoma? Os principais sintomas do linfoma são manchas pelo corpo, febre, perda de peso inexplicável, inchaço dos gânglios (chamado de ínguas), sudorese noturna e coceira na pele.

Como é feito o tratamento do linfoma? Após o diagnóstico feito por biópsia, o tratamento deve ser feito por quimioterapia e radioterapia, separados ou combinados. A quimioterapia é a combinação de duas ou mais drogas, com várias formas de administração. A radioterapia é usada para reduzir o tumor em certos locais, alivia os sintomas do tumor e consolida o tratamento da quimioterapia, ao diminuir as chances de reincidência em certos locais mais suscetíveis.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)