Frieira ou pé-de-atleta são dois nomes para um mesmo problema: um tipo de micose, cientificamente chamada de Dermatofitose, que afeta principalmente os pés, mas que pode ocorrer também na virilha (nesse caso pode ser chamada de coceira de jóquei), no couro cabeludo e nas unhas. A frieira é uma infecção causada pelo fungo Tricophyton e seus principais sintomas são vermelhidão, ardência, coceira e descamação na área afetada. Se ocorrer entre os dedos dos pés a área pode ficar rachada, além dos sintomas citados. A frieira nas unhas as deixa grossas, quebradiças e descoloradas. Se ocorrer no couro cabeludo pode haver descamação, vermelhidão e coceira no local. Pode ocorrer também uma falha temporária de cabelos, e estes tornam-se facilmente quebradiços. Apesar dos sintomas desagradáveis, é um fungo relativamente normal, quer dizer, você mesmo já teve frieira ou conhece alguém que também já teve, pois ela é contraída por contato direto com pessoas infectadas ou esporos do fungo no ambiente. A frieira também ocorre com os animais, e os humanos podem se infectar através deles.

A frieira pode ser diagnosticada pelo simples olhar do dermatologista, ou por você mesmo diante da listagem dos principais sintomas da frieira. Luzes ultravioleta podem diagnosticar fungos e testes laboratoriais também fornecem um diagnóstico seguro. Fazê-los dependerá da análise e da demanda do seu dermatologista.

Como evitar e tratar frieira nos pés

Diagnóstico e tratamento da frieira nos pés

Os cuidados necessários para evitar a frieira está relacionado com a higiene pessoal e com precauções em ambientes compartilhados como clubes, vestiários, academias e praias. Não compartilhe objetos pessoais como cortador de unhas, alicates, pentes e escovas. Nunca ande descalço nesses ambientes, pois o ambiente úmido e molhado propicia a presença dos fungos causadores da frieira. Não é a toa que sua incidência ocorre majoritariamente em tempos de calor e umidade e menos em climas frios, ao contrário do que o nome diz! É sempre necessário secar bem entre os dedos, se possível com um secador ou colocando algodões entre eles para absorver a umidade.

O tratamento da frieira é geralmente feita com pomadas anti-fungos no local, mas também pode ser via oral, através de remédios que contenham griseofulvina, terbinafina ou cetoconazol. Sempre vale lembrar que todo remédio nunca deve ser usado sem ter sido prescrito por um médico. No caso da frieira isso é necessário, pois se você utilizar o medicamente errado, corre-se o risco de maior inflamação e aumento da micose.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)