Em vez de fazer uma sessão na esteira, tente pegar uma corda para pular. Os benefícios de pular corda para emagrecer são variados, além de outros benefícios específicos para homens. Afinal, você acha que boxeadores pulam corda a toa?

Pular corda é um exercício que traz ganhos para todo o seu corpo. Além da queima de calorias, pular corda também trabalha vários grupos musculares, e sendo um exercício dinâmico como é, possibilita variações que não deixam o exercício ficar chato.

Pegue uma corda, reserve algum tempo e dê uma olhada nos exercícios que reunimos aqui, completos, para os melhores ganhos possíveis para homens.

Pular corda: benefícios para homens na rotina do iniciante

Se você é novo para pular corda ou nunca fez antes, este treino básico é uma ótima maneira de começar. Ele se concentra nos movimentos básicos para a frente e para trás. Isso o torna melhor para iniciantes, mas ele pode também facilmente trabalhar para atletas experientes, bastando aumentar o número de repetições.

Para este treino, salte sobre a corda durante 30 voltas totais, seguidas de 30 segundos de repouso. Mude de direção para que você salte sobre a corda para 30 jogadas para trás e, em seguida, descanse por mais 30 segundos. Sugerimos 4 a 8 repetições. À medida que sua resistência melhorar, você será capaz de aumentar as repetições.

Embora esta rotina seja perfeita para os iniciantes, você definitivamente quer ter certeza de que você está pulando com uma boa corda de qualidade. Você não precisa gastar muito dinheiro, mas certifique-se de obter uma que longa o suficiente para evitar tropeçar na corda enquanto você estiver pulando. A maioria dos caras vai precisar de uma corda de 3 metros, no máximo.

Benefícios de pular corda

Pular corda é um exercício completo e que traz vários benefícios cardíacos e musculares para homens. (Foto: Complete Fitness)

Benefícios de pular corda para emagrecer em circuito de alta velocidade

Os circuitos são ótimos para quem acha que exercícios aeróbicos tradicionais não são muito bons. Como você está mudando constantemente de uma atividade a outra, os circuitos de alta velocidade são excelentes para quem quer um treino mais dinâmico. Geralmente, circuitos de alta velocidade e intensidade usam diferentes equipamentos em conjunto, mas encontramos um que só usa uma corda e seu peso corporal.

A ideia é alternar entre pular corda e vários exercícios de peso corporal, com descanso mínimo para manter sua freqüência cardíaca elevada. Esta estratégia também garante que você trabalha cada grupo muscular importante, algo que muito poucos tipos de exercícios aeróbicos podem fazer.

Aqueça com 30 segundos pulando corda, seguido de 30 agachamentos, e 60 segundos de prancha. Em seguida, repita o processo mais três vezes. No circuito, alterne um minuto de uma variação de pular corda com 30 segundos de um exercício diferente. Você vai fazer flexões, agachamentos, mergulhos de tríceps, saltos, abdominais, entre outros. Depois de completar uma rodada, descanse por 1 minuto e, em seguida, repita o ciclo. Termine com algum salto leve para refrigerar o corpo.

Intervalos temporizados com corda

Um pouco de exercício é uma ótima maneira de sacudir as teias de aranha depois de um dia ocupado no trabalho ou para acordar na parte da manhã. A última coisa que alguém quer fazer em qualquer cenário é elaborar uma rotina de exercícios criativos. Você acaba acabando desperdiçando muito tempo no planejamento e execução. Nessas situações, o treino de corda com saltos cronometrados é altamente recomendado.

Comece com alguns saltos leves e alongamento dinâmico para aquecer. Para o treino, tente completar tantos saltos quanto possível em 30 segundos e, em seguida, descanse por 30 a 90 segundos, dependendo do seu condicionamento. Repita o ciclo por um total de 5 a 10 vezes. Novamente, termine com alguns saltos leves para esfriar.

Pular corda com benefícios aos glúteos: pular corda escalonada

Um treino escalonado é ótimo para qualquer tipo de rotina aeróbica. A ideia é ir diminuindo a duração para cada intervalo de exercícios enquanto você pratica. À medida que você ficar mais cansado, você terá menos a fazer, tornando cada intervalo mais gerenciável. Embora pareça simples, este exercício irá representar um desafio sério para o seus músculos inferiores e superiores, combinando flexões e pular corda.

Aqueça com alguns minutos pulando corda, então comece a escalonar. Comece com 50 saltos, depois siga imediatamente com 50 flexões. Vá direto para 40 pulos de corda, então 40 flexões. Repita este processo até que você chegue a 10 flexões. Para ainda mais de um desafio, execute o exercício uma segunda vez. Lembrando que se você não aguentar todas as flexões de primeira, coloque os joelhos no chão para a flexão.

Pular corda: exercício para viagens

Nós somos afortunados viver em uma idade onde a maioria dos hotéis tem academias decentes. De vez em quando, porém, você vai ficar em algum lugar sem qualquer facilidade de treino. Contanto que você leve sua corda de salto confiável, você ainda pode manter o seu regime de treinamento.

Como com todos estes exercícios, você começará com um aquecimento. Comece com alguns pulos sem a corda e, em seguida, entre no ritmo com alguns saltos com a corda. Você vai começar então a essência do treino, com 25 a 50 repetições de saltos com a corda. Em cada nova repetição, incorpore uma série de diferentes técnicas de salto, bem como alguns exercícios de núcleo e perna que não envolvam os movimentos da corda. Faça saltos levando os joelhos para o peito, com as pernas completamente esticadas, pulando com uma perna só, cruzando a corda na sua frente. Algumas das técnicas de salto neste treino são um pouco mais avançadas, por isso não se preocupe se você bagunçar. Basta começar onde você parou e continue contando suas repetições.

Você já começou sua rotina de treino com cordas? Como está indo? Como você faz seu treinamento com as cordas?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)