Você pode até já cozinhar ao ar livre há anos. No entanto, muitas vezes você acaba com alguma coisa que fica mal assada ou carbonizada. Para te ajudar a fazer um churrasco do jeito certo, fizemos este guia fácil de seguir para a criação de seu churrasco, com dicas de como preparar a churrasqueira até o que você pode fazer, além da quantidade certa de cada item.

Calor direto x Calor indireto

Sua decisão mais importante, naturalmente, é o que você vai fazer no churrasco. A segunda coisa mais importante? Que tipo de calor você vai usar. Escolhendo o caminho certo – calor direto ou indireto – pode ter um enorme impacto sobre a forma como fica o gosto da comida. Então, qual é a grande diferença? Com calor direto, você coloca itens pequenos, de cozimento rápido, como bifes e linguiça, diretamente sobre o fogo. Quando você usa o calor indireto, o fogo está aceso em apenas uma parte da grelha. Alimentos que devem ser cozidos lentamente, como costelas, é colocada sobre a parte não acesa da churrasqueira e cozida coberta pelo calor. O efeito é semelhante a assar no forno e, geralmente, você vai precisar de papel alumínio e uma assadeira para isso.

Como preparar uma churrasqueira a carvão?

Para o calor direto: após o pré-aquecimento por 10 minutos, remexa as brasas para que elas cubram dois terços da churrasqueira. A parte vazia é uma zona de segurança , onde você pode mover comida que está queimando. Coloque a grade da grelha e coloque os alimentos diretamente sobre as brasas, cozinhado descoberto em espetos ou grades.

Para o calor indireto: após o pré-aquecimento por 10 minutos, remexa as brasas em duas pilhas em lados opostos. Coloque o alimento a ser cozido lentamente sobre o espaço vazio entre as brasas, e cozinhe, coberto em um vasilhame enrolado em papel alumínio. Cubra o item e você ainda pode cozinhar outros com calor direto com espetos e grades por cima.

Como configurar uma churrasqueira a gás/elétrica?

Para o calor direto: após o pré-aquecimento por 10 minutos, coloque o alimento diretamente sobre os queimadores acesos e cozinhe, descobertos.

Para o calor indireto: após o pré-aquecimento por 10 minutos, coloque a comida enrolada em papel alumínio em cima da grade, longe dos bucais/queimadores, em cantos onde chega pouco calor.

Depois de decidir entre o calor direto e indireto, precisamos passar para o aroma do vapor da sua churrasqueira.

Aromatizando o fogo da churrasqueira

O segredo para o sabor robusto não é uma churrasqueira chique. O segredo está nas lascas de madeira. Elas acrescentam um delicioso aroma e sabor para todos os tipos de alimentos grelhados, até mesmo itens de cozimento rápido, como camarão, peito de frango sem osso, linguiça e hambúrgueres. Aqui estão alguns tipos de madeira que você pode acrescentar no fogo de sua churrasqueira para um sabor gostoso.

Maçã: combine esta madeira doce, frutada, com aves e suínos.

Nogueira: um sabor rico e encorpado, ideal para costeletas de porco, costela, cordeiros e aves.

Mesquite: essa madeira de gosto forte, rara no Brasil, combina bem com carne, frango e salmão. Fique com itens que levam 20 minutos ou menos para ficarem prontos, pois ficar por muito mais tempo vai deixar sua comida com um gosto amargo.

Carvalho: o aroma amadeirado leve é delicioso com carne de boi, carne de porco, peixes e mariscos.

Eucalipto: o tipo de madeira mais comum no Brasil. É ideal para carne vermelha, linguiças, legumes e peixes, deixando um gosto suave de sua fumaça.

Como usar as lascas de madeira para aromatizar seu churrasco?

Pelo menos 15 minutos antes de começar , deixe de molho um punhado de lascas em água ou um líquido saboroso, como suco de maçã ou cerveja.

Com uma churrasqueira a gás/elétrica: coloque as lascas em uma pequena panela de alumínio descartável ou uma caixa especial, disponível em lojas de artigos para caça e pesca e lojas especializadas em artigos para churrasco. Preaqueça a grelha e coloque a panela, abaixo da grelha. Quando a fumaça começa a aparecer , comece a cozinhar.

Com uma churrasqueira a carvão: acrescente um punhado de lascas de madeira encharcada para as brasas antes de começar. Quando a fumaça começa a aparecer, começar preparar as carnes.

Escolhendo utensílios de churrasco

Não se esqueça de escolher utensílios que tenham o cabo de madeira, evitando que você se queime. (Foto: www.zhgroup.com.hk)

Quais utensílios você precisa para um churrasco?

Estes sete itens são tudo o que você realmente precisa para fazer um churrasco:

Pincel: com um cabo longo, torna a aplicação de temperos e molhos bem mais fácil.

Álcool ou um acendedor de churrasqueira: para churrasqueiras de carvão vegetal apenas. A maneira infalível para iniciar uma churrasqueira a carvão sem fluido de isqueiro. Molhe um papel com álcool e coloque no centro da churrasqueira, rodeado por carvão. Acenda a uma distância segura, jogando um fósforo aceso, não sem antes lavar sua mão para remover o álcool. Já com o acendedor, siga as instruções do fabricante pois há muitos diferentes disponíveis no mercado.

Panelas de alumínio descartáveis: estas existem em vários tamanhos. Tenha pelo menos duas de tamanho médio para itens maiores, como costelas, e uma pequena para você usar como caixa aromatizante, fazendo um pequeno furo na parte superior.

Termômetro de leitura instantânea: facilita para quem é mais detalhista sobre a temperatura certa para cortes específicos, como um bife bem passado sem ficar queimado ou muito duro.

Pinças: use-as em vez de um garfo para virar comida. Não fazer furos significa que os sucos saborosos das carnes ficam dentro, onde eles pertencem. Compre um par longo para manter as mãos longe das chamas.

Escova de grades de churrasqueiras: um elemento essencial para a remoção de pedaços de comida de grelhas quentes antes e depois do cozimento. Escolha uma escova que seja longa com cerdas de latão, que não enferrujam.

Espátula: a ferramenta para virar peixes e hambúrgueres. Ela deve ser longa e ter um “desnível” na lâmina, facilitando seu trabalho.

Churrasco: acompanhamentos

Agora que você já sabe como deixar um bom gosto nos seus alimentos e sabe de tudo que você precisa para fazer o churrasco, você precisa dos acompanhamentos certos antes de ir para os elementos principais.

Vinagrete: uma mistura de tomate, pimentão, cebola, vinagre e temperos.

Farofa: feita com a farinha de mandioca e vários temperos, pode assumir o gosto que você quiser com o preparo correto.

Arroz: normal, branco, sem temperos ou exageros. Afinal, o churrasco é que é o protagonista.

Sobremesa: aqui vale qualquer coisa. Mas dê preferência a coisas geladas, como sorvetes, mousses ou pudins.

Você não vai precisar de grandes quantidades. Tente limitar estes itens, principalmente o arroz, ou você vai acabar com muitas sobras do churrasco na sua festa.

Diversificando no churrasco

Uma coisa que podemos aprender com nossos amigos norte americanos é a diversificar no churrasco ao invés de ficarmos apenas no trio picanha, linguiça e asinha de frango. (Foto: www.theguardian.com)

Carnes para churrasco: o que preparar e em qual quantidade?

Saber a quantidade de carnes é muito fácil. Existem várias calculadoras online que podem te dar a quantidade certa de carne dependendo do número de homens, mulheres e crianças que estarão no churrasco, além do preço total de acordo com o valor do kg de carnes. Faça o cálculo, mas antes de calcular, saiba que as carnes abaixo são as melhores opções para um churrasco bem sucedido.

Picanha: um corte que não pode ser deixado de lado em nenhum churrasco. Pode ser substituído pela alcatra, caso esteja muito cara.

Maminha, Fraldinha e Contra-filé: as opções mais baratas depois da maminha e da alcatra. Ótimas para dar um petisco aos seus convidados antes do prato principal.

Linguiça: de porco ou de frango, a linguiça ajuda a manter o fogo da churrasqueira a carvão aceso por causa de sua gordura pingando e ainda é um dos aperitivos que fica pronto mais rápido.

Asas, coxas e bife de peito de frango: outro clássico, mas que pode demorar um pouco a ficar pronto. O peito de frango é melhor preparado com fogo indireto.

Molhos: prepare molhos com temperos para colocar sobre as carnes enquanto elas estão sendo feitas. Você pode usar um molho madeira, molho inglês ou barbecue para gostos mais fortes, enquanto temperos com ervas podem ser misturados com azeites para algo mais suave.

Coração de frango: não é um churrasco completo sem um coraçãozinho de frango.

Legumes recheados: para quem não gosta muito de carne, fazer legumes recheados com queijo e temperos é uma ótima opção.

Queijo: um queijinho grelhado combina com qualquer coisa em um churrasco.

Você pode também acrescentar alguns cortes especiais, que são caros mas valem o investimento para churrascos especiais:

Cordeiro: a carne de cordeiro é ideal para um churrasco, pois fica macia e desmancha na boca quando bem feita.

Costelas e costeletas: saiba escolher uma que tenha bastante carne e tenha consciência de que deve ser um dos primeiros itens a ir para o fogo, pois demora um pouco para fazer.

Salmão, Truta ou Tilápia: todos os três ficam com um sabor único preparados no churrasco, desmanchando na primeira mordida.

Camarão e Mariscos: o camarão tem que ser médio a grande, preparado em espetos. Os mariscos ficam ao seu critério, mas ambos são saborosos e até baratos, principalmente em cidades perto da praia.

Bebidas para churrasco: quantidades e tipos de bebidas

Da mesma forma que existe uma calculadora para as carnes de churrasco, existe também calculadoras para as bebidas de churrasco, que são muitas opções:

Cerveja: seja qual for sua preferência de cerveja, elas ainda podem ser usadas nas carnes vermelhas para ajudar a amaciar.

Refrigerantes: a opção para crianças e quem não gosta de beber cerveja.

Sucos: para quem não bebe e prefere uma opção mais saudável.

Apesar de outras bebidas serem possíveis, como vinho, champanhe e a cachaça, nos sugerimos que você mantenha o teor alcoólico das bebidas abaixo de 5%. Sempre há alguém que vai beber demais e pelo menos com a cerveja você consegue prolongar o tempo que as pessoas ficam sóbrias no churrasco.

Faça a festa!

A música e os convidados ficam por sua conta. Não deixe de variar os estilos musicais de sua playlist, pois um churrasco só com sertanejo/funk/pagode fica chato, até mesmo para quem ama estes estilos. Um rock clássico, pop, sertanejo raiz e samba é sempre uma mistura eclética que dá bem certo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)