A erva-doce é uma planta aromática amplamente utilizada para fins culinários e medicinais. As sementes da erva-doce tem um aroma agradável e muitas vezes parecem na culinária oriental indiana e do oriente médio.

Em tratamentos naturais, a erva-doce é usada para melhorar a digestão, aliviar a flatulência, tratar a hipertensão, aumentar a produção de leite em mães em período de amamentação, e tratar distúrbios respiratórios e gastrointestinais.

Como fazer um chá de erva doce?

Para fazer chá de erva-doce, levemente amasse sementes de erva doce e depois coloque-as as em água fervente para infusão por alguns minutos. Sirva imediatamente ou coloque na geladeira para uma bebida refrescante. Você pode colocar a concentração que quiser de sementes, basta variar a quantidade.

Erva doce para saúde digestiva

Desde o egito antigo, vezes, erva-doce é considerada um poderoso auxílio digestivo. O consumo de erva-doce aumenta a motilidade gástrica espontânea e estimula as secreções ácidas gástricas. A erva doce também pode eliminar a dor intestinal consideravelmente, principalmente em pacientes com colite crônica.

Erva doce para baixar pressão arterial e efeitos diuréticos

Estudos científicos sobre a utilização de erva-doce como um diurético para a hipertensão produziram resultados promissores. A pressão sanguínea pode diminuir significativamente após dois dias de tratamento, e o volume urinário pode aumentar em 100 por cento. Mais estudos são necessários para determinar quais partes da erva-doce são responsáveis ​​por seus efeitos diuréticos e de baixar a pressão arterial.

Consumindo a erva doce da forma responsável

Com benefícios principalmente à saúde digestiva, o chá de erva doce pode ser usado para garantir uma boa saúde, desde que seu consumo seja acompanhado por um profissional de saúde. (Foto: pantrygardenherbs.com)

Erva doce para aliviar cólicas intestinais

Os pais de bebês com cólica tradicionalmente usam a erva-doce para ajudar a acalmar seus bebês chorando. Vários estudos têm demonstrado resultados favoráveis ​​na avaliação da eficácia da erva-doce para diminuir sintomas de cólica também em adultos. Pesquisadores relatam que o uso do extrato de erva-doce pode eliminar a cólica em 65 por cento dos casos.

 

Outros benefícios do chá de erva doce

Erva-doce é um remédio doméstico tradicional para o tratamento de sintomas do trato respiratório, incluindo bronquite crônica e tosse, pedras nos rins, dismenorreia, vômitos, diarreia e deserção de esperma. Erva-doce também pode ser útil no tratamento de infecções bacterianas e fúngicas.

Pesquisadores também relataram resultados promissores no uso de colírios de erva-doce para o tratamento de glaucoma. Porém, mais estudos são necessários para determinar se a erva-doce é eficaz no tratamento de todas estas condições.

Chá de erva doce: efeitos colaterais

Nem tudo são flores com o chá de erva doce. Efeitos colaterais do chá de erva doce já são bem documentados e devem ser considerados antes de optar por consumir esta erva. Além disso, você deve conversar com seu médico antes de fazer qualquer tratamento de saúde, evitando que problemas possam ser agravados pelo consumo do chá.

Erva doce aumenta a sensibilidade ao sol

Beber chá de erva-doce pode aumentar a sensibilidade da pele à luz solar. Conseqüentemente, você pode ficar mais propenso a desenvolver queimaduras solares quando a pele for exposta à luz solar. Pele queimada pelo sol fica vermelha e pode apresentar formigamento, dor ou queimação ao toque. Se você consumir o chá de erva-doce em uma base regular, proteja sua pele com roupas ou protetor solar antes de se aventurar ao ar livre.

Reação alérgica a erva doce

O chá de erva-doce pode induzir a uma reação alérgica severa. As pessoas que têm alergia conhecida a cenoura, aipo ou artemísia têm um risco aumentado de desenvolver uma reação alérgica após a exposição a erva-doce. Os sintomas associados com uma reação alérgica podem ser fatais e incluem inchaço facial, dificuldade em engolir ou respirar, urticária e/ou vertigens. Procure pronto atendimento de seu médico se você apresentar algum destes efeitos secundários depois de beber uma xícara de chá de erva-doce.

Contra-indicações e cuidados com o chá de erva doce

Converse com seu médico sobre quaisquer problemas de saúde que você possa ter antes de tomar o chá de erva-doce. Se você tem câncer no sistema reprodutivo, evite consumir o chá de erva-doce, a menos que instruído de outra forma por um médico. Os profissionais de saúde afirmam que o chá de erva-doce pode imitar os efeitos do estrogênio e pode promover o crescimento de cânceres dependentes de estrogênio, tais como cânceres do sistema reprodutivo. Consumo de chá de erva-doce também deve ser evitado por pessoas com uma história pessoal de distúrbios como a epilepsia, pois e este tratamento à base de plantas pode aumentar o risco de convulsões.

Interações medicamentosas do chá de erva doce

Sempre discuta todos os medicamentos que está tomando atualmente com o seu médico antes de adicionar um novo complemento à sua rotina, incluindo o chá de erva-doce. Não consuma erva-doce se você também está tomando quaisquer drogas terapêuticas à base de estrogênio, já que a erva-doce pode reduzir a eficácia de tais drogas. O uso concomitante de chá de erva-doce e ciprofloxacina ou tamoxifeno também devem ser evitados. Erva-doce pode tornar mais difícil para o seu corpo absorver adequadamente estes medicamentos.

Você já toma o chá de erva doce? Qual o uso do chá de erva doce para você? Teve alguma interação negativa com o chá?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)