Ser poliamoroso significa ter relações sexuais ou românticas abertas com mais de uma pessoa por vez. Pessoas que são poliamorosas podem ser heterossexuais, lésbicas, gays ou bissexuais, e as relações entre pessoas poliamorosas podem incluir combinações de pessoas de diferentes orientações sexuais.

Poliamor: o que é?

As pessoas em relações de poliamorosas podem ou não ser casadas, embora pessoas que se identifiquem como poliamorosas tendam a rejeitar as restrições da convenção social do casamento e, em particular, a limitação para um parceiro apenas

O poliamor não deve ser confundido com a bigamia, que é o casamento com mais de uma pessoa e que é ilegal. Nem deve ser confundido com o “swing” em que os casais em relações estabelecidas tem relações casuais pré-organizadas com os parceiros do sexo oposto de outros casais. Esses arranjos envolvem sexo fora de um relacionamento comprometido, legalmente reconhecido, que o poliamor não permite.

Poliamor não é o mesmo que um relacionamento “aberto”, que envolve um casal comprometido concordando que um ou ambos os parceiros podem ter relações sexuais com outras pessoas, sem necessariamente compartilhar informações sobre os outros parceiros, embora os casais poliamorosos também possam ter relações abertas.

Poliamor

O poliamor é um conceito não muito novo, mas que ainda deixa muitas pessoas confusas sobre seu real significado. (Foto: Elephant Journal)

O que não é poliamor?

O vício em sexo não é uma característica definidora do poliamor, e as pessoas poliamorosas podem não se envolver em atividades sexuais excessivas. No entanto, as pessoas com dependências sexuais baseadas no desejo de múltiplos parceiros podem ser particularmente atraídas pela comunidade poliamorosa.

Enquanto alguns indivíduos poliamorosos enfatizam a necessidade de uma clara comunicação e limites entre todos os envolvidos, claramente a complexidade das inter-relações entre parcerias poliamorosas deixa alguns indivíduos vulneráveis ​​à exploração.

Embora existam muitas pessoas que estão envolvidas em relações de poliamor com dois ou mais parceiros, há também muitas pessoas que se auto-identificam como poliamorosas e também atendem aos critérios de dependência sexual.

A maioria na comunidade do poliamor rejeita a ideia de que o vício em sexo tem algo a ver com o poliamor. Poliamor é a filosofia e prática não-passiva, honesta, responsável e ética de amar múltiplas pessoas ao mesmo tempo. O poliamor enfatiza conscientemente a escolha de quantos parceiros queremos nos envolver em vez de aceitar normas sociais que ditem amar apenas uma pessoa por vez.

O poliamor, no geral, integra termos de relacionamentos tradicionais de parceiros múltiplos com termos igualitários mais evoluídos. O poliamor abraça a igualdade sexual e todas as orientações sexuais em direção a um círculo expandido de intimidade e amor do parceiro.

Naturalmente, o amor em si é um termo bastante ambíguo, mas a maioria das pessoas envolvidas na comunidade do poliamor parece defini-lo como um vínculo sério, íntimo, romântico e afetuoso que uma pessoa tem com outra pessoa ou grupo de pessoas. geralmente, embora não necessariamente sempre, envolvendo sexo.

Deu pra entender bem o conceito do poliamor? Já esteve em um relacionamento assim? Como foi esse relacionamento?

Marcadores:
Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)