Você provavelmente já ouviu a frase: “Você é o que você come.” Se você está comendo alimentos gordurosos, fritos, ou não bebe água suficiente, as chances são que sua pele vai ser afetada de alguma forma. Antigamente, pesquisadores não consideravam os hábitos de dieta relevantes para uma saúde da pele. No entanto, pesquisas mostram cada vez mais que o que você come pode pode afetar sua pele diretamente.

Pele oleosa no homem: os cuidados na alimentação

Antes de decidir gastar dinheiro em produtos destinados a mascarar o problema de oleosidade, o real tratamento contra a pele oleosa deve começar por dentro de você. Os alimentos que pioram a pele oleosa foram todos listados abaixo, com sugestões de substituições que você pode fazer. Embora possa haver questões mais profundas quando se trata da aparência de sua pele, começando com pé direito com os tipos de alimentos corretos, você já dá um grande salto.

Gostamos de lembrar: faça sua dieta com a ajuda de um nutricionista. Sem essa ajuda, sua dieta para cuidar da pele pode acabar tratando um problema e piorando outros. Todo cuidado é pouco.

Vamos então aos alimentos a evitar para fugir da oleosidade na pele.

Pele oleosa: como cuidar? Comece evitando produtos lácteos

Os produtos lácteos são constantemente associados a acne e excesso de oleosidade por causa da forma como isso afeta nossos hormônios. Produtos lácteos estimulam. os hormônios sexuais masculinos (várias formas de testosterona e andrógenos) e aumentam os níveis de insulina, assim como alimentos que rapidamente elevam o açúcar no sangue. Tudo isso acelera processos inflamatórios, bem como aumenta a produção de óleo pela pele.

Como substituir? Você pode usar leite de amêndoas, que tem óleos essenciais para a saúde da pele, ou leites vegetarianos/veganos. Outra opção é limitar o consumo de leite para um iogurte ou um copo de leite por dia, preferencialmente desnatado ou em pó.

Comida que provoca oleosidade na pele

Um dos alimentos a se evitar são os produtos lácteos. Estes alimentos estimulam a produção de óleos pela pele, e podem provocar acnes e espinhas. (Foto: www.thenewstribe.com)

Tratamento para pele oleosa: evitando carboidratos

Os alimentos que são mais elevados no índice glicêmico são alimentos normalmente processados. As medidas de índice glicêmico consideram o quão rápido o seu açúcar no sangue sobe depois de comer coisas como carboidratos e alimentos açucarados. Estudos constataram que depois dos participantes seguirem uma dieta de baixa carga glicêmica, a oleosidade da pele e formação de acnes e espinhas reduziu consideravelmente.

Como substituir? Prefira alimentos com carboidratos complexos, tais como alimentos integrais e frutas e legumes ricos em carboidratos não processador, tais como bananas, batatas, uvas, mangas, peras, cenouras, cebolas, e muitos outros.

Pele oleosa: como tratar? Evite carnes gordurosas!

Carnes gordurosas, como carne bovina, carne de cordeiro, salsicha e linguiças contêm quantidades ricas de gordura saturada, que é uma forma de gordura ligada à obesidade, doenças cardíacas e inflamação. Mais do que a carne, a preparação desse tipo de carne afeta sua saúde.

Como substituir? Se você vai comer carnes vermelhas ou gordurosas, tente usar métodos de cozimento com baixo teor de gordura, como assar ou grelhar. O ideal é substituir as carnes vermelhas por carnes brancas magras, como a carne de aves e peixes.

Pele oleosa: tratamento caseiro evitando açúcares

Açúcares, tais como xarope de milho, maltose, mel e açúcar cristal, tem um alto índice glicêmico. Esse alto índice glicêmico aumenta o açúcar no sangue, e para compensar com a glicose, o corpo também passa a produzir mais óleo na pele, e aumentando também o risco de espinhas e acne. Você deve limitar o consumo de alimentos e bebidas, tais como refrigerantes, doces, geleias, xaropes, sobremesas congeladas e bolos confeitados.

Como substituir? Prefira alimentos adoçados naturalmente. Por exemplo, você pode tomar sucos de frutas sem adicionar açúcar, ou fazer um bolo com ingredientes com açucares naturais.

O vídeo abaixo dá algumas dicas para tratar a oleosidade, que funcionam tanto para homens quanto para mulheres.

Evite lanches salgados e combata a pele oleosa

Uma dieta rica em alimentos com sódio danifica a pele e aumenta a inflamação. Lanches salgados tais como batatas fritas, lanchinhos e biscoitos, muitas vezes contêm uma forma de gordura inflamatória conhecida como gordura trans. Gorduras trans, sozinhas ou em conjunto ao sódio, também podem piorar os efeitos da pele oleosa.

Como substituir? Faça lanchinhos saudáveis para comer durante o dia. Torradas com patês naturais, vegetais cortados e temperados, frutas secas para comer durante o dia, são apenas alguns exemplos de saudáveis substitutos.

Evite alimentos feitos com farinha branca

A farinha branca é formada através de um processo em que um grão inteiro é removido do seu invólucro de nutrientes e de fibra. Como resultado, pães, cereais, massas e assados feitos com a farinha branca são digeridos de forma menos eficiente, e tem um impacto maior sobre o açúcar no sangue. Isso leva ao aumento da produção de óleo.

Como substituir? Escolha alimentos feitos com grãos integrais, como cevada integral, arroz integral e aveia integral. Quanto mais “in natura”, mais fácil será para seu organismo digerir o alimento.

Depois dessas mudanças na alimentação, aí sim, você pode começar um tratamento de pele para evitar o excesso de oleosidade.

Como você controla sua dieta contra a oleosidade? O que teve que substituir na sua alimentação? Consultou já com o nutricionista?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)