Todo casal terá uma discussão em algum momento. Alguns fazem abertamente gritando uns para os outros, enquanto outros tem as discussões mais secretamente, evitando o contato e qualquer tipo de conversa, até que a tristeza consome a relação e ela acabe. Seja qual for o método, o resultado é o mesmo após uma DR: uma sensação de sentimentos machucados e desencanto.

As conversas e diálogos em um relacionamento são necessárias, mas você deve aprender como discutir a relação de forma eficaz de forma a evitar uma DR, uma briga, e até o término do namoro. O objetivo de discutir a relação com uma namorada deve ser resolver o que está dando errado, chegando a um acordo entre as partes que deixarão ambos mais felizes. Vamos então as dicas de como evitar uma DR?

Raiva não é destrutiva

Há uma grande diferença entre raiva e fúria. Quando alguém está com raiva, eles precisam expressar seus sentimentos, mas não precisam quebrar coisas ou estragar relações, que é um comportamento de fúria. Para evitar que a raiva se transforme em mágoa e fúria, não guarde para você o que te deixar chateado, e fale com a namorada, mas meça bem as palavras antes de falar.

Seja mais aberto com sua namorada ou esposa

Fale sobre seus sentimentos antes de você deixar tudo se acumular. Quando você ou seu parceiro podem lidar com situação quando ela acontece e de uma forma segura, pode não chegar ao ponto de se tornar uma DR. Às vezes as coisas só precisam ser verbalizadas e a maioria, das discussões podem ser evitadas se a sua parceira entende como você se sente. Lembre-se sempre que ninguém é obrigado a saber quando você está chateado através de telepatia. Por isso, saiba verbalizar seus sentimentos para sua companheira.

Motivo para evitar uma DR

Evitar uma DR pode ser um importante passo para transformar a comunicação do seu relacionamento em outro nível, muito mais saudável e produtivo para o casal. (Foto: www.lunchclick.co)

Não levante a voz e nem seja desrespeitoso

É incrível como as questões de sentimentos de mágoa ou diferenças podem ser resolvidas com a voz baixa e controlada. Casais que estão gritando para se comunicar podem reduzir a quantidade de DRs consideravelmente simplesmente por baixar o tom de voz. Mulheres são sensíveis a tons de voz mais altos, e podem se sentir facilmente ofendidas com um tom de voz mais alto. O mesmo vale para alguns homens, que não gostam que as mulheres gritem com eles. Controle seu tom de voz, rapaz!

Não arrisque nem ofenda seu relacionamento

Não ameace seu relacionamento e não considere que cada discussão seja uma ameaça ao seu relacionamento, e nem ameace um término só por causa de uma discordância. Este tipo de chantagem emocional coloca o outro parceiro em um modo de pânico ou modo de fuga. E enquanto você está dizendo que quer terminar, a outra pessoa já está fazendo planos para encontrar outra pessoa. Além disso, elas podem ficar tão devastadas pelo pensamento de perder sua companhia que podem entrar em uma depressão profunda só por cogitar a possibilidade. Principalmente para quem está casado e tem filhos, essas ameaças são o começo de profundos momentos de tristeza para toda a família.

Evite guardar suas mágoas e tristezas

Você pode achar que está fazendo um bem à relação quando guardar suas mágoas e tristezas e tentar lidar com eles por conta própria. Essas tristezas e mágoas que você sentir e experimentar durante a relação devem ser compartilhados. Você pode esperar um ou dois dias para esfriar um pouco a cabeça e pensar em como você vai expressar sua mágoa e tristeza à pessoa sem deixá-la magoada. Quanto mais tempo você guardar, mais ainda crescerá a possibilidade de uma conversa se tornar em uma DR.

Não evite nem esconda sua raiva

A raiva não diminui o amor, você pode estar zangado com aqueles que você ama. Na verdade, aqueles que amamos nos machucam mais, porque nós os amamos mais e qualquer coisa simples pode nos decepcionar. Entender isso te dá o tempo para respirar fundo e compreender melhor sua raiva, antes de explodir.

Crie uma estratégia para lidar com seus sentimentos na relação

Cada um do casal deve tomar cinco minutos para expor seus sentimentos. Em seguida, deve fazer uma pausa de 20 minutos para pensar sobre os seus sentimentos e da pessoa. Em alguns casos, pode ser que se acalmar pode demorar um pouco mais. Se dê o tempo necessário para essa calma, para poder digerir as informações e evitar desentendimentos. Faz parte também conversar sobre os assuntos que você não pode evitar em uma relação, como pensamentos sobre o futuro.

Agressão nunca

Qualquer tipo de agressão, tanto verbal quanto física, não são permitidos. Isso também inclui bater portas, quebrar pratos, bater em móveis, etc. Se uma DR chega a este nível, você precisa sair de casa e ficar um tempo longe da pessoa. Se todo começo de frustração com sua esposa ou namorada chega a esse nível, vocês precisam de um terapeuta e um tempo para pensar bem se a relação ainda pode continuar.

Não incentive a escalada de uma conversa para uma DR

Lembre-se que toda atenção negativa é ainda um tipo de atenção. Se sua parceira tenta te provocar para uma discussão, simplesmente não dê incentivos. Algumas pessoas realmente gostam de discutir, porque lhes dá uma sensação temporária de poder e gratificação. Evite ser sugado para este tipo de necessidade de atenção e uma forma muito inteligente de fazer isso é não levando à sério, fazendo brincadeiras com a pessoa. Bom humor derruba montanhas.

Ouça o seu corpo

Quando você está com raiva, o seu corpo libera substâncias químicas que podem te fazer reagir de maneiras que podem ser destrutivas para você, seu parceiro e seu relacionamento. Saiba entender seus sentimentos e como o processo de raiva te afeta fisicamente e emocionalmente. Uma boa ideia é frequentar sessões de psicoterapia, de forma a entende melhor as causas de seus comportamentos e sentimentos.

Considerações Finais

Se você discute muitas vezes com sua parceira, e as mesmas discussões voltam, provavelmente o relacionamento não vai sobreviver muito tempo. Termine ou, pelo menos, busque ajuda em uma terapia de casais. Esperamos que estas dicas ajudam a colocar as conversas sob controle e reduzir o estresse antes de se tornar uma DR. Compartilhe nos comentários abaixo sua experiência e dicas para evitar uma DR. Com certeza, mais leitores podem aprender com sua experiência.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)