Recentemente, um conhecido me contou sobre sua experiência com suplementos e reposição hormonal. Ele estava ganhando peso, perdendo massa muscular, se sentindo um pouco cansado e mal-humorado. Pior ainda, ele notou que seu desejo sexual e seu “desempenho” não era o mesmo. Esse conhecido já tinha cinquenta e cinco anos, e começava a reconhecer que estava envelhecendo. E ele não estava feliz com isso.

Como era uma pessoa bem ativa, já tinha ouvido falar nos suplementos de testosterona, apesar de nunca ter usado. Ele se perguntou se tomar suplementos poderia ajudá-lo a voltar a ter um bom desempenho. Afinal, alguns de seus amigos estavam fazendo uso desses suplementos e estavam tendo ótimos resultados. Inclusive amigos que eram sedentários, ao contrário dele que sempre praticou exercícios, estavam obtendo mais resultados que ele.

Suplemento de testosterona funciona?

Era uma pergunta difícil de responder. Não dava para saber se os amigos estavam usando anabolizantes, ou outros meios para obter resultados. Ele considerou ir ao médico, mas se sentiu constrangido em falar sobre sua vida sexual. Pesquisou alguns suplementos, mas se sentiu nervoso em comprar sem antes conhecer melhor os produtos. Sem saber sequer os ingredientes. Ou pior, os efeitos colaterais que esse suplemento de testosterona possa causar. Afinal, não seria a primeira, nem a última vez que um “suplemento milagroso” teria aparecido na vida de musculação desse conhecido.

Há muitas pessoas que passam por essas mesmas dúvidas. Algumas delas são ainda bem jovens, com menos de 30 anos, mas querem resultados físicos rápidos. O pior de tudo é que nem todas vão pensar nos efeitos colaterais e nos possíveis problemas de médio e longo prazo que a testosterona pode causar. Sequer vão pensar em fazer um acompanhamento médico para essa suplementação.

Suplementação hormonal de testosterona

Com a idade, os níveis de testosterona acabam baixando. Pode ser necessário suplementar esse hormônio, desde que um médico recomende esse tratamento. (Foto: agelesselite.com)

 

Declínio nos níveis de testosterona é natural

Produzido pelos testículos, o hormônio testosterona é responsável por uma série de características masculinas, incluindo os pelos faciais, aumento da massa muscular, e desejo sexual.

Uma vez que um homem chega aos 40 anos, os seus níveis de testosterona começam a diminuir cerca de 1% a cada ano. Este declínio é uma parte normal do envelhecimento. Às vezes é referido como “andropausa” ou “menopausa masculina”, embora a queda hormonal que as mulheres experimentam durante a menopausa é muito mais rápida e substancial.

Ainda assim, o declínio da testosterona não é para ser levada de qualquer jeito. A diminuição da libido do vigor são certamente incômodos. Outros sintomas incluem dificuldade de concentração, depressão, fadiga e aumento das mamas. Alguns homens têm até ondas de calor.

Os baixos níveis de testosterona são às vezes difíceis de determinar. Os níveis normais são geralmente mais de 300 nanogramas por decilitro. Mas todos os homens são diferentes, e o que é normal para um homem pode ser baixo para outro.

Em pessoas mais jovens, níveis mais altos de testosterona podem ajudar em um maior desempenho físico e melhores resultados na musculação, funcionando quase como anabolizantes.

Suplemento de testosterona faz mal ou é a resposta certa para seus problemas?

Suplementos de testosterona são amplamente divulgados em propagandas e publicidade. Só que você não deve se deixar levar pelas propagandas.

A testosterona é uma substância controlada. Quando você está lendo “suplemento de testosterona”, ou estamos falando de uma substância ilegal, ou uma mistura que tem alguma forma sintética semelhante à testosterona. Em muitos casos, os suplementos sequer tem testosterona na formulação.

O pior dos suplementos é que muitos deles escondem substâncias que podem ser perigosas, principalmente quando você compra o suplemento sem a receita médica, de fontes não confiáveis.

Há também pesquisas indicando que muitos dos suplementos tem apenas um efeito placebo, e as alegações de que um suplemento “aumenta a produção de testosterona” podem ser falsas, simplesmente para vender o produto.

Quem decide se você precisa ou não de testosterona, e a quantidade certa que você deve tomar é seu médico, não você. Tomar qualquer suplemento ou testosterona por conta própria pode ser o começo de uma série de problemas de saúde.

Suplemento de testosterona: receita e efeitos colaterais

Meu conhecido acabou sendo convencido a ir ao médico, conversar sobre a testosterona. Ele não recebeu nenhuma receita para suplementos de testosterona. Recebeu foi a receita para um tratamento de reposição hormonal de longo prazo, com controle apropriado. Os resultados vieram rapidamente, com uma melhora na libido e no vigor e ganho de massa muscular. Contudo, começaram também alguns efeitos colaterais:

  • Acne e pele oleosa
  • Retensão de fluidos
  • Micção excessiva
  • Aumento das mamas
  • Dificuldade para dormir
  • Redução no tamanho dos testículos
  • Alterações de humor

O médico tinha deixado claro também que haveria um risco aumentado de coágulos sanguíneos, câncer de próstata, ataque cardíaco, e infarto. Como esse conhecido não tinha histórico dessas doenças na família, eram riscos reduzidos. E os efeitos colaterais foram reduzidos, quando o médico reduziu a quantidade de testosterona. Mas perceba: o MÉDICO dosou a quantidade de testosterona, avaliou os efeitos colaterais e os efeitos positivos. Não um vendedor de suplementos, um colega de academia, ou o meu conhecido.

Devo fazer o uso de suplementos de testosterona?

Alguns homens tem níveis baixos de testosterona por algum distúrbio biológico. Homens que estão envelhecendo podem ter a testosterona reduzida. Em ambos os casos, o tratamento de reposição hormonal deve ser precedido de um exame de check-up médico completo, já que a baixa testosterona pode ser também um sintoma de um problema de saúde (câncer de próstata, diabetes, etc).

Em muitos homens, uma simples mudança na rotina para uma melhor alimentação e mais atividade resolve.

Em outras palavras: a testosterona pode ser a resposta, quando recomendada e receitada por um médico.

Só para terminar com um exemplo: o conhecido me contou que pelo menos dois dos caras que tomavam suplementos de testosterona tiveram algum tipo de problema cardíaco nos últimos meses. Vai arriscar?

Você faz uso de testosterona? Tem acompanhamento médico apropriado?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)