Uma das questões mais delicadas de namoros e encontros hoje em dia tem a ver com dinheiro:

Quem deve pagar, o homem ou a mulher? Quando cada um deve pagar?

Mesmo os especialistas em relacionamentos não tem uma única resposta para estas perguntas, mas podemos te ajudar a encontrar alguns caminhos possíveis para não ser rude e nem exagerado.

Todo cuidado é pouco

Normalmente, homens acham que pagando a conta ou não, não vai fazer tanta diferença. Algumas mulheres sentem-se insultadas se os homens sempre insistem em pagar. Pode fazê-las se sentir como se estão sendo compradas ou apadrinhadas, como se elas não têm condições de pagar suas próprias contas.

Por outro lado, se os homens não se oferecem para pagar de imediato, algumas mulheres vão pensar que eles estão apenas sendo mãos de vaca ou deselegantes.

Três opções, várias respostas

Simplifica bem as coisas quando você percebe que, quando se trata de questões de dinheiro, só existem três possibilidades:

  • É esperado de você pagar;
  • É esperado dela pagar;
  • Ambos devem dividir a conta.

Há alguns indicadores que determinam qual destas três opções será correta. Uma vez que você aprender os indicadores, você vai estar mais do que preparado para lidar com qualquer cenário complicado de encontros.

Pague sempre a conta nos primeiros encontros

As primeiras impressões são importantes. Na maioria dos primeiros encontros, a sua melhor aposta é a de dar o primeiro passo quando a conta vem, e se ela não mostra nenhum sinal de resistência, pague. Isso não vai apenas para o primeiro encontro, mas ao longo dos primeiros estágios de um relacionamento. Pagar para as coisas não é apenas a coisa cavalheiresca a fazer, mas também indica que você é responsável, firme e bem estabelecido, dando um bom sinal verde para as mulheres.

Pague sempre que você convidar a pessoa para sair

Se você fez o convite, então você vai ter que pagar. Na verdade, é bom estar preparado para pagar. Nada parece mais patético do que expressão tímida de um cara quando ele não tem dinheiro suficiente para cobrir os encargos e no mundo dos cartões de crédito e débito, isso não deve ser um problema.

Quem deve pagar as contas

Em algum momento, o ideal é o casal dividir as contas e assim, ter uma vida de casal muito mais saudável. (Foto: www.rantchic.com)

 

Pague sempre em ocasiões especiais

Para eventos especiais, tais como aniversários, jantares de férias ou mesmo apenas para celebrar espontaneamente suas conquistas (como ser contratado para um novo emprego ou entrar na faculdade, por exemplo) você deve se oferecer para pagar. Em primeiro lugar, faz você parecer gracioso e elegante. Em segundo lugar, é uma ótima maneira de mostrar a ela o quão orgulhoso você está dela. Basta lembrar que a chave está na entrega: não exagere na entrega. Basta sorrir e dizer: “Este é por minha conta, linda.”

Se ela te convidou para sair, ela paga ou se ofereça para dividir a conta

Mais uma vez, esteja pronto para pagar, mesmo que ela tenha te convidado para sair. No entanto, nesta situação, é mais provável que ela irá pagará o encontro. Afinai, foi ideia dela. Infelizmente, alguns homens ainda têm um problema em deixar as mulheres pagar por eles, mas não há absolutamente nenhuma razão para se sentir inseguro se isso acontece de vez em quando, desde que você não constantemente conte com ela para pagar suas contas. E sempre se ofereça a dividir a conta, pelo menos.

Em seu aniversário, deixe ela pagar

Obviamente, este é um dos momentos mais evidentes quando ela deveria pagar a conta. Deixe-a pagar! Aceite presentes ou outras guloseimas em seu dia especial. Ela deve estar mais do que feliz para cobrir seus custos neste dia especial.

Se ela é inflexível sobre dividir a conta, deixe ela pagar

Se, por qualquer motivo, ela absolutamente insiste em pagar, a solução é simples: deixe. Não vale a pena a discussão e não vai levar a lugar algum brigar por isso.

Se vocês são um casal estável, dividam a conta

As dicas acima foram dirigidas principalmente para o namoro casual. Uma vez que você tenha atingido a fase em que você está dividindo todas as suas contas pelo meio, você já deve ter caído na categoria casal estável. Neste ponto, suas finanças impactam diretamente os dois, e muitas vezes você discutir as contas de cada um e assuntos financeiros. Nesta fase, já não há qualquer razão para que você deva pagar por tudo, especialmente se vocês tem renda semelhante. Outra possibilidade seria vocês se revezarem com cobre seus custos de entretenimento ou o custo de vida do casal.

Em compras conjuntas, divida as contas

Se você está vivendo junto com a pessoa ou em férias de casal, divida todas as contas pela metade para itens ou serviços que vocês vão usar em conjunto. Se você está no casamento de um amigo em comum, por exemplo, divida o custo do presente de casamento. Se você estiver viajando uma longa distância no carro dela, pague metade do dinheiro da gasolina. E na situação oposta, se ela não oferecer imediatamente, não há nada de errado em sugerir para ela contribuir. A regra geral é que se você está comprando algo para vocês dois, ambos devem pagar por isso.

Avisos aos navegantes

Goste ou não, ainda não há regras permanentes quando se trata da etiqueta de quem deva pagar, embora os tópicos acima devam esclarecer a maioria das circunstâncias. Em geral, você tem que avaliar cada situação de acordo com as suas especificidades, o tempo e lugar, e a mulher em questão.

Você normalmente não pode estar errado se você se lembrar de deixá-la assumir a liderança, e responder adequadamente, ou se você está preparado para pagar toda a conta.

Tenha um papel de liderança em pagar, mas não se deixe ser atropelado por aproveitadores. Mesmo que ela raramente realmente pague, é importante que ela faça uma oferta genuína. Ela nunca deve apenas assumir que você vai sempre estar de bolso aberto. Se este parece ser o caso, é hora de ter uma conversa calma, mas franca sobre finanças.

Como você lida com as contas do casal? Quais atitudes acha mais corretas a tomar? Tem alguma história sobre o pagamento de contas?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)