Junho chega e com ele vem o frio. E com o frio, vem o quentão, vem a fogueira, os fogos de artifício e as festas de São João. Os amigos da faculdade e do trabalho começam a organizar uma Festa Junina e você é um dos convidados. Suponhamos que você já tenha namorada ou já encontrou seu par para o baile. O momento agora é relembrar suas aulas de forró de dois anos atrás para não passar vergonha e, como todo bom caipira, escolher sua melhor roupa para o grande evento. Mas como escolher e preparar essa roupa?

Qual seu objetivo na festa?

Você está se vestindo para qual objetivo: ficar engraçado, ficar bonito, apenas um “caipira casual”, buscando uma “matutinha” ou o clássico jeca? É importante saber isso pois definirá seu estilo, seu comportamento e os acessórios que utilizará com suas roupas.

Vai acontecer um casamento caipira durante o baile? Você interpreta um dos papéis no casamento?

É tradição que em alguns bailes caipiras ocorra um casamento caipira. A história tradicional é do jeca que engravida a filha do dono da fazenda e é obrigado a casar. A cidade toda é chamada, inclusive o delegado para garantir que o casamento aconteça. De padre a bandido, vários são os papéis disponíveis, definidos de acordo com o roteiro da festa.

Quais são os itens básicos da roupa caipira?

Em primeiro lugar, a camisa xadrez. Não importa o tamanho ou cor. O que diferenciará uma camisa xadrez da outra é como você fará a estilização. Dobrar as mangas, colocar a camisa pra dentro da calça, deixar a camisa toda amassada, colocar uma flor no bolso ou um lenço. Um complemento muito comum é um blazer por cima da camisa. As cores podem variar de tons mais neutros, como o marrom e o bege, a algo mais extravagante, como verde limão e rosa choque.

Ator Amácio Mazzaropi em um dos filmes da Série de Jeca Tatu

Jeca Tatu – Personagem de Monteiro Lobato, interpretado por Mazzaropi no cinema e que originou o estilo “Jeca” de se vestir. (Fonte: Veja SP)

Uma calça é ideal para a festa. Ela pode ser “pega-frango” ou “pula-brejo” (quando a calça não consegue cobrir a perna inteira) para quem preferir o visual jeca. Um  macacão ou apenas uma calça jeans normal também podem exercer um bom impacto visual, desde que bem customizados. É praticamente obrigatório costurar alguns remendos na calça ou mesmo deixar alguns rasgados a mostra, mesmo que seu “visual caipiresco” seja apenas casual. Uma calça sem essas decorações vira apenas uma calça normal e pode quebrar o clima de roça da festa. Prendendo a calça, uma corda no lugar do cinto pode ter um ótimo apelo visual e até cômico.

Utilizar um tênis em sua fantasia caipira irá estragar todo o seu visual.

Percebam no rapaz da foto da esquerda como a falta de detalhes na calça e o tênis estragam a roupa. O da direita foi até criativo com os óculos, mas a calça… (Fonte: Divulgação)

Caso você já tenha barba, mantenha ela pra festa ou deixe apenas um cavanhaque ou bigode. Caso não tenha, usando um lápis de olho, sombra, carvão ou mesmo uma rolha de vinho queimada servem para improvisar a barba. Pintar um dente de preto cai como detalhe final. Como calçado, nada de tênis. Use aquele bota soviética rasgada que está no fundo do seu armário, uma botina emprestada dos seus avós ou mesmo uma bota normal. Não seja o estraga prazeres do pessoal que está no clima de roça usando aquele seu all star ou seu tênis adidas novinho em folha. O Beleza Masculina inclusive tem um post ensinando como escolher uma bota, então, não tem desculpa.

O que mais eu preciso para a festa junina?

Bom humor, praticar seu sotaque com o “r” puxado, algumas lições de forró, uma boa companhia, um copo de quentão e aproveitar ao máximo o momento de descontração!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)