Dicas de gravatas masculinas

Escrito na categoria "Moda masculina" por André M. Coelho.

O pescoço desde sempre é um lugar que serve para os adornos: colares, lencinhos, golas de vários tipos, patuás. Para os homens o tipo de adorno mais presente e tradicional é a gravata. Muitos homens a detestam e se sentem oprimidos pelas convenções quando têm que usá-las. Outros homens já se acostumaram à tira de pano e a usam a seu favor, escolhendo as cores, os modelos, as estampas como quem escolhe qualquer peça importante do guarda-roupa. É importante salientar que nas roupas sociais masculinas, sóbrias e de cores neutras como devem ser, é a gravata que confere uma cor ao visual, quebrando ou compondo a seriedade. Saiba como usá-la.

Primeiramente, ao escolher uma gravata, certifique-se de sua qualidade. Enrole a gravata firmemente em torno da mão. Se o tecido repuxar ou entortar é um sinal de que foi mal cortada. Não leve pois a qualidade não é boa.

Sobre o tamanho ideal, a largura média das gravatas é de 8 cm. O comprimento varia em torno de 140 cm.

Se você quer usar um pregador de gravata, use 20 cm acima da ponta da gravata e prenda-o também na camisa.

Você deve evitar as seguintes situações:

E você sabe identificar os tipos de gravatas? As melhores, com os melhores tecidos, e que dão os melhores nós, são 100% seda ou 100% lã, existem também as de crochê que são clássicas.

As estampas mais clássicas são essas:

Estampas de gravatas

Modelos e estampas de gravatas

Em um próximo artigo trataremos dos possíveis tipos de nós de gravatas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André é formado em pedagogia empresarial e instrutor de Muay Thai e Kickboxing. Vaidoso, começou a se interessar por moda e estética ainda na adolescência, quando teve que perder peso para sair da obesidade. Quando foi morar sozinho, teve de aprender a lidar melhor com sua alimentação e mudar seus hábitos e rotina. Escreve sobre a rotina e hábitos masculinos desde 2012.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. Nunca faça tratamentos, atividades físicas ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância terapêutica ou iniciar qualquer atividade física.

Deixe um comentário