Segundo uma pesquisa relativamente recente, feita em 2007, apenas 30 % dos brasileiros tem o hábito de usar filtro solar, e mesmo assim estes não usam o fator mínimo e a quantidade mínima recomendados pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Morando em um país tropical, os brasileiros deveriam ver no protetor solar um artigo de primeira necessidade, pois o Brasil é um país que praticamente todo o ano está exposto à radiação solar. Já foi provado que o maior aliado contra o câncer de pele é o protetor solar e que deveríamos vencer a preguiça e usá-lo diariamente. Para usá-lo precisamos saber qual fator de proteção mínimo para o uso, o nosso tipo de pele e as marcas mais confiáveis do mercado.

Mas qual o melhor protetor solar?  Esta resposta depende do seu tipo de pele e da correta escolha do fator de proteção!

Protetor solar em homens

Você sabe escolher o filtro solar para sua pele?

FATOR DE PROTEÇÃO:

Devemos usar o fator 8, 15, 30, 50 ou 60? Isso varia de acordo com o tom da pele.

Peles brancas e muito brancas devem usar o fator 60, pois queimam-se e ardem com facilidade. A pele não fica bronzeada, mas vermelha, mesmo em pouco contato com o sol. É recomendado o máximo de proteção (60 é o máximo de fps existente) pois a pele é muito sensível e o filtro é capaz de bloquear 98,5 % dos raios ultravioleta.

Peles ligeiramente morenas e morenas devem usar no mínimo fator 30, pois apesar de não ser uma pele tão sensível como a branca, ainda assim queima-se com facilidade e fica bronzeada. O fator 30 filtra 96 % dos raios UV, o que já é suficiente pois essa pele conta ainda com alguma proteção natural.

Peles bastante morenas e negras quase nunca se queimam e sempre ficam bronzeadas. O fator de proteção recomendado é o 15, o fator mínimo para qualquer outra pessoa. Ele filtra 87 % dos raios UV.

TIPOS DE PELE:

Pele oleosa: Deve optar pela versão em gel, não em creme. Estes últimos contêm óleo na fórmula, aumentando ainda mais a oleosidade da pele. Além da versão em gel existem os cremes não-comedogênicos, que justamente substituem o óleo da fórmula por água.

Peles mistas e secas: Podem optar pelo filtro solar em creme, pois este pode ainda hidratar a pele.

QUANDO E QUANTO PASSAR:

O filtro solar deve ser usado todos os dias, debaixo de sol ou de chuva. Os dermatologistas atentam para a incidência dos raios solares mesmo com o tempo nublado! Para saber a quantidade e a regularidade, existe uma fórmula para isso:

1) Expor o braço sem nenhuma proteção à luz solar; 2)Contar no relógio em quanto tempo a vermelhidão apareceu; 3) Multiplicar o tempo pelo fator de proteção usado.

Resposta: Uma pele que fica vermelha em 3 minutos e usa fator de proteção 30, precisa de nova proteção a cada 90 minutos, ou a cada 1 hora e meia. Lembrando que após o contato com a água o filtro solar deve ser novamente passado.

Em breve postaremos as marcas mais indicadas pelos especialistas.
E você já viu esse vídeo sobre o filtro solar y otras cositas más?

 

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)