Beleza Masculina

Não há nada demais em ser vaidoso

Faz mal fazer exercícios quanto está muito quente ou frio?

O clima é uma das maiores influências na hora de praticar esportes. Por isso, é importante levar em consideração os dois principais extremos do clima: o frio e o calor. Para ambos, há especificações diferentes na hora da prática esportiva e neste artigo iremos esclarecer dúvidas sobre este assunto, principalmente se faz mal praticar esportes ou exercícios físicos nestes extremos.

Quando está frio lá fora faz mal praticar esportes?

Corredores e outros atletas de climas mais frios enfrentam os elementos todos os dias para prosseguir com a sua paixão, alguns olhando para uma vantagem competitiva ou se preparando para as estações de primavera e verão. Especialistas dizem que, com o bom senso e o vestuário correto, não há problema em continuar correndo ou se exercitando até mesmo em temperaturas de até 20 negativos. Mas eles também dizem que atletas precisam saber seus limites pessoais.

Outros fatores que podem afetar negativamente a sua capacidade de lidar com temperaturas frias podem incluir hidratação inadequada nutrição, desidratação, consumo de álcool, certos medicamentos e condições de saúde, como diabetes e doenças do coração, o que pode diminuir significativamente a capacidade de uma pessoa para exercitar ao ar livre no frio .

Dicas para se proteger do frio

Mantenha-se hidratado

Desidratação afeta a habilidade corporal para regular o calor do corpo e aumenta o risco de congelamento. Líquidos, especialmente água, são tão importantes no frio quanto no calor. Evite consumir álcool ou bebidas que contenham cafeína, pois esses itens causam desidratação.

Evite bebidas alcoólicas

O álcool dilata os vasos sanguíneos e aumenta a perda de calor que aumenta as chances de sofrer um evento hipotérmico. O álcool também pode prejudicar o julgamento. É melhor deixar o álcool para trás quando você põe a cabeça para fora para o frio.

Roupas em camadas

Várias camadas finas são mais quentes do que uma camada pesada. Camadas também são mais fáceis de adicionar ou remover e, assim, melhor regulam a temperatura do núcleo. O objetivo é manter o corpo aquecido e minimizar a transpiração, evitando tremer. Pensa-se que uma combinação de três camadas é ótima para impedir a perda de calor. A camada mais interna deve consistir tecido de poliéster que absorve a umidade do corpo. Algodão deve ser evitado, uma vez que absorve o suor e pode manter o corpo molhado. A segunda camada pode ser fina ou pesada, dependendo do clima e do exercício. Normalmente, de lã ou tecidos sintéticos são bons em segundas camadas que podem ser colocados ou removidos, conforme necessário. Finalmente, a camada mais externa deve ser uma casca impermeável mas que permite a respiração da sua pele. Tecidos de nylon, tais como Gore-Tex e materiais similares são suficientemente respiráveis, mas repelem o vento e a água.

Evite roupas demais

Corrida e outras formas de exercício ao ar livre extenuante pode fazer o atleta se sentir como se ele estive em extremos de calos. Se vestir demais pode levar a mais transpiração do que a quantidade e as camadas apropriada geraria, e a transpiração pode causar o corpo para se tornar úmido e frio. Em geral, ao se vestir de forma adequada, deve-se sentir um pouco frio, quando começar a se exercitar, algo que rapidamente irá passar.

Fique sempre seco

Roupas úmidas, seja por transpiração ou chuva, aumenta significativamente a perda de calor corporal.

Proteja a cabeça e extremidades

Roupas em camadas faz um tremendo trabalho em manter o atleta ao ar livre quente. No entanto, é importante proteger a cabeça, as mãos e os pés. Para minimizar a quantidade de calor perdida, o corpo diminui o fluxo de sangue para as mãos e os pés. Luvas ou luvas nas mãos e um par de meias quentes e que evitam a umidade nos pés protegem as extremidades. Vestir um chapéu, gorro ou boné pode diminuir a grande porcentagem de calor do corpo que normalmente é perdido pela cabeça no tempo frio.

Cubra sua boca

Para aquecer o ar antes de respirá-lo, use um lenço ou máscara. Faça isso, especialmente se respirar o ar frio causarangina (dor no peito) ou você está propenso a problemas respiratórios. Proteja seus lábios com uma boa manteiga de cacau.

Óculos de sol e protetor solar

Deve-se usar óculos escuros para proteger os olhos contra a luz e brilho. Usar filtro solar no rosto e usar protetor labial com filtro solar para bloquear os raios ultravioletas e evitar queimaduras solares é importante no inverno, assim como é no verão.

Sapatos

Para diminuir a chance de escorregar e sofrer uma lesão, o uso de sapatos adequados em condições escorregadias é crítica. Sapatos com tachas ou piso proeminente pode ajudar em trilhas ou estradas escorregadias e calçadas. Verifique os sapatos para o desgaste excessivo e mude para sapatos novos, se os atuais estão desgastados.

Corra contra o vento

Especialistas recomendam que é melhor para correr na direção do vento, no início de uma corrida. Produção de suor aumenta à medida que o exercício continua. Se a segunda metade de uma corrida é direcionado para um forte vento, o ar que flui passando um corredor com roupas úmidas de suor pode sentir-se extremamente frio e causar uma queda na temperatura do corpo. Provavelmente é melhor correr contra o vento no início, quando você não começou a suar e tem o vento nas costas.

Nutrição

A nutrição adequada ajuda a regular a sua temperatura interna, mantém o seu corpo quente e fornece combustível suficiente para os músculos. No tempo quente é fácil de suar para regular a sua temperatura e remover o excesso de calor, mas no frio você precisa gerar mais calor para manter-se aquecido. Quando se trata de comer durante o exercício no tempo frio, os alimentos quentes, que são carboidratos complexos, são ideais. Também é importante comer continuamente para substituir os estoques de carboidratos que estão sendo usados ​​para o exercício e aquecimento.

Cuidados comm os extremos de temperatura

Tanto o calor em excesso quanto o frio em excesso podem ser problemáticos. Mas com os cuidados certos, eles não farão mal algum a você. (Foto: isacgoulart.deviantart.com)

Quando está quente lá fora faz mal praticar esportes?

Durante o exercício em climas quentes, observar os sinais e sintomas de doenças relacionadas ao calor, incluindo:

  • Cãibras musculares;
  • Náuseas ou vômitos;
  • Fraqueza;
  • Dor de cabeça;
  • Tontura;
  • Confusão.

Se você desenvolver algum destes sintomas, você deve baixar a temperatura do corpo e se hidratar. Pare o exercício imediatamente e saia do calor. Se possível, alguém deve ficar com você, que pode ajudar a monitorar sua condição. Remova a roupa extra ou equipamento desportivo. Beba líquidos com água ou um isotônico. Se possível, ventile seu corpo ou molhe o corpo com água fria. Se você não se sentir melhor dentro de 30 minutos, contate o seu médico. Se você tiver sinais de insolação, procure ajuda médica imediata.

Guarde estas precauções em mente para os exercícios em climas quentes

Temperatura

Preste atenção às previsões meteorológicas e alertas de calor. Saiba qual a temperatura deverá ser para a duração da sua atividade ao ar livre planejada.

Se acostumar

Se você está acostumado a se exercitar dentro de casa ou em um tempo mais fresco, vá com calma no início, quando você se exercita no calor. Enquanto seu corpo se adapta ao calor ao longo de uma a duas semanas, aumente gradualmente a duração e a intensidade dos seus treinos.

Conheça o seu nível de fitness

Se você é incapaz ou novo para o exercício, tome cuidado extra quando exercitar-se no calor. Seu corpo pode ter uma menor tolerância ao calor. Reduza a intensidade do seu exercício e faça pausas frequentes.

Beba bastante líquidos

A desidratação é um fator chave para doenças provocadas pelo calor. Ajude o seu suor do corpo a esfriar por ficar bem hidratado com água. Não espere até que você esteja com sede para beber. Se você pretende exercitar intensamente ou por mais de uma hora, considere uma bebida esportiva, em vez de água. As bebidas esportivas podem substituir o sódio, cloreto e potássio você perde através da transpiração. Evite bebidas alcoólicas, pois elas realmente podem promover a perda de fluido.

Vista-se adequadamente

Roupas bem soltas e leves ajudam a evaporar o suor e mantém você mais frio. Evite cores escuras, que absorvem calor. Se possível, use um chapéu de cor clara, de abas largas.

Evite o sol do meio-dia

Faça exercício de manhã ou à noite, quando é provável que seja mais fresco ao ar livre. Se possível, exercite-se em áreas com sombra ou faça um treino de água em uma piscina.

Use protetor solar

A queimadura solar diminui a capacidade do seu corpo para refrescar-se, além de poder causar o envelhecimento precoce, câncer e muitos outros problemas de saúde

Tenha um plano de backup

Se você está preocupado com o calor ou umidade, fique dentro de casa. Exercite-se em uma academia, dê voltas dentro do shopping ou suba escadas dentro de um prédio com ar condicionado.

Compreenda os seus riscos médicos

Certas condições médicas ou medicamentos podem aumentar o risco de uma doença relacionada ao calor. Se você pretende exercitar no calor, converse com seu médico sobre as precauções.

Considerações finais

Frio e calor não são desculpas para deixar de se exercitar. Porém, o exercício nesses casos deve ser feito com mais responsabilidade. Através de um bom planejamento, você conseguirá atingir uma melhor saúde e poder praticar esportes e exercícios físicos a todo momento, sem problemas.

Categorias:

Comente e participe !

X
Dicas de beleza por email!